Caso Veleiro Rich Harvest: Justiça Federal da Bahia emite mandados de prisão contra proprietários da embarcação

MPF aciona Robert James Delbos, Metthew Stephen Boltos e George Edward Saul (Fox) por envolvimento no caso do Veleiro Rich Harvest.MPF aciona Robert James Delbos, Metthew Stephen Boltos e George Edward Saul (Fox) por envolvimento no caso do Veleiro Rich Harvest.


MPF aciona Robert James Delbos, Metthew Stephen Boltos e George Edward Saul (Fox) por envolvimento no caso do Veleiro Rich Harvest.

MPF aciona Robert James Delbos, Metthew Stephen Boltos e George Edward Saul (Fox) por envolvimento no caso do Veleiro Rich Harvest.

Conforme matéria do site Mar Bahia (www.marbahia.com.br), veiculada nesta quarta-feira (13/06/2018), a juíza federal Roberta Dias do Nascimento Gaudenzi decretou a prisão preventiva de Robert James Delbos e George Edward Saul (Fox), proprietários do veleiro Rich Harvast (Colheita Rica).

De acordo com os mandados de prisão, os proprietários do veleiro apresentam suficientes indícios de autoria do crime, tendo operacionalizado o acondicionamento e transporte de droga ilícita, cerca de uma tonelada de cocaína, que foi remetida para o exterior e apreendida no Porto Grande do Mindelo, em Cabo Verde, no dia 24 de agosto de 2017.

Além dos mandados de prisão, emitidos em consonância com relatório da PF e o pedido do MPF, foi determinada, também, a inclusão dos nomes de Robert Delbos e George Saul (Fox) na lista de indiciados do Sistema de Difusão Vermelha (Red Notice), com finalidade de notificar a Organização Internacional de Polícia Criminal (INTERPOL) de que foram expedidos pelas autoridades judiciais brasileiras mandados de prisão, objetivando à extradição dos procurados pela Justiça Federal.

Em decorrência da apreensão da embarcação com a droga, os membros da tripulação — Rodrigo Dantas, 25 anos, baiano, estudante de engenharia mecânica; Daniel Dantas, 43 anos, baiano, corretor de imóveis; e Daniel Guerra, 36 anos, gaúcho, formado em relações interacionais — foram presos e condenados a 10 anos de prisão pela Justiça de 1º Grau da cidade de Mindelo, em Cabo Verde.

No Brasil, ação judicial transcorre em segredo de justiça. O pedido de prisão preventiva contra os proprietários da embarcação foi feito pelo Ministério Público Federal (MPF), com base no relatório da Polícia Federal (PF), cujas investigações inocentaram os três velejadores brasileiros e o capitão de nacionalidade francesa, presos pela polícia de Cabo Verde, no momento em que a embarcação aportou na ilha de São Vicente, próximo à costa do Senegal.

Vítimas

Conforme relato da defesa dos tripulantes e relatório da Polícia Federal do Brasil (PF), os membros da tripulação foram vítimas de um sofisticado esquema internacional de tráfico de drogas. A tese da defesa encontra verossimilhança, não apenas no relatório da PF, bem como no passado dos tripulantes e, neste momento, no entendimento da Justiça Federal (JF), que responsabiliza Robert James Delbos e George Edward Saul (Fox) pela droga apreendida pela polícia de Cabo Verde.

Família clama por justiça

João Dantas, pai do velejador baiano Rodrigo Dantas, lamenta a prisão do filho e clama por celeridade da Justiça de Cabo Verde, em rever a condenação do filho.

“Enquanto isso, a justiça de Cabo Verde mantém o meu filho preso, de forma injusta e cruel, trazendo sofrimento e dor, para toda a família e amigos, além da indignação generalizada e absurda de todos que acompanham essa triste história, onde a verdade vai prevalecer”, diz João Dantas.

Compartilhe e Comente

Redes sociais do JGB

Faça uma doação ao JGB

About the Author

Carlos Augusto
Carlos Augusto é Mestre em Ciências Sociais, na área de concentração da cultura, desigualdades e desenvolvimento, através do Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais (PPGCS), da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB); Bacharel em Comunicação Social com Habilitação em Jornalismo pela Faculdade de Ensino Superior da Cidade de Feira de Santana (FAESF/UNEF) e Ex-aluno Especial do Programa de Doutorado em Sociologia da Universidade Federal da Bahia (UFBA). Atua como jornalista e cientista social, é filiado à Federação Internacional de Jornalistas (FIJ, Reg. Nº 14.405), Federação Nacional de Jornalistas (FENAJ, Reg. Nº 4.518) e a Associação Bahiana de Imprensa (ABI Bahia), dirige e edita o Jornal Grande Bahia (JGB).