ALBA aprova Lei Gesivaldo Britto; legislação objetiva autorizar Tribunal de Justiça da Bahia a criar nove cargos de desembargador

Projeto de Lei de iniciativa do desembargador Gesivaldo Nascimento Britto, presidente do TJBA, é aprovado pela ALBA.
Projeto de Lei de iniciativa do desembargador Gesivaldo Nascimento Britto, presidente do TJBA, é aprovado pela ALBA.
Projeto de Lei de iniciativa do desembargador Gesivaldo Nascimento Britto é aprovado pela ALBA.
Projeto de Lei de iniciativa do desembargador Gesivaldo Nascimento Britto, presidente do TJBA, é aprovado pela ALBA.

A Assembleia Legislativa da Bahia (ALBA) aprovou, nesta terça-feira (12/06/2016), em segunda votação, a proposição do projeto de Lei nº 22.860/2018 (PL), de origem do Tribunal de Justiça da Bahia (TJBA), cuja finalidade é criar nove cargos de desembargador. Com a aprovação, o PL vai à sanção do governador Rui Costa.

A proposição teve origem na atual gestão do Tribunal, cuja presidência compete ao desembargador Gesivaldo Britto e foi denominada, em artigo, pelo desembargador Baltazar Miranda Saraiva, ‘Lei Gesivaldo Britto’.

No artigo, ‘O Tribunal de Justiça da Bahia na era Gesivaldo Britto’, Baltazar Saraiva discorre sobre a necessidade de ampliação do número de desembargadores, compara o quadro de membros do Poder Judiciário da Bahia com outros estados e destaca a iniciativa do presidente do Tribunal de lançar concurso público para contratação de novos magistrados, como forma de valorização do primeiro grau do Poder Judiciário, em atendimento às demandas dos jurisdicionados e do Conselho Nacional de Justiça (CNJ).

Baixe

Projeto de Lei nº 22.860/2018 (PL) objetiva criar cargos de desembargador do TJBA

Leia +

O Tribunal de Justiça da Bahia na era Gesivaldo Britto | Por Baltazar Miranda Saraiva

Sobre Carlos Augusto 9508 Artigos
Carlos Augusto é Mestre em Ciências Sociais, na área de concentração da cultura, desigualdades e desenvolvimento, através do Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais (PPGCS), da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB); Bacharel em Comunicação Social com Habilitação em Jornalismo pela Faculdade de Ensino Superior da Cidade de Feira de Santana (FAESF/UNEF) e Ex-aluno Especial do Programa de Doutorado em Sociologia da Universidade Federal da Bahia (UFBA). Atua como jornalista e cientista social, é filiado à Federação Internacional de Jornalistas (FIJ, Reg. Nº 14.405), Federação Nacional de Jornalistas (FENAJ, Reg. Nº 4.518) e a Associação Bahiana de Imprensa (ABI Bahia), dirige e edita o Jornal Grande Bahia (JGB).