Servidores da Justiça Federal de Feira de Santana implantam medida de proteção à vida animal

Publicidade

Banner da Gujão: Campanha com o tema ‘Tudo fresquinho é melhor’, veiculada em 3 de junho de 2022.
Kit de alimentação animal implantado na parte externa da sede da Justiça Federal de Feira de Santana.
Kit de alimentação animal implantado na parte externa da sede da Justiça Federal de Feira de Santana.
Kit de alimentação animal implantado na parte externa da sede da Justiça Federal de Feira de Santana.
Kit de alimentação animal implantado na parte externa da sede da Justiça Federal de Feira de Santana.
Reportagem destacada medida de proteção à vida animal adotada em Americana, São Paulo.
Reportagem destaca medida de proteção à vida animal adotada em Americana, São Paulo.

Os servidores da Justiça Federal de Feira de Santana implantaram medida pioneira de proteção à vida animal, ao instalar bebedouros e comedouros públicos na parte externa do edifício sede da Justiça, com a finalidade de alimentar animais abandonados nas ruas da cidade.

A iniciativa de proteção à vida animal foi resultando da união entre Carla Aguadê, servidora da 2º Vara Federal, Rodrigo Bernardes Veloso, supervisor da Seção de Apoio e Mário César Baptista Andrade, diretor do Núcleo de Administração. Eles contaram com o apoio e colaboração dos funcionários dos Serviços Gerais da Justiça Federal, encarregados da limpeza e manutenção da edificação, que sensibilizados com a situação de abandono dos animais de rua, a exemplo de cães e gatos, instalaram na parte externa do prédio um kit de alimentação, contendo dois recipientes, um para água e outro para ração. Diariamente é feita a limpeza do local onde está situado o kit e reposta a água e a ração.

A iniciativa de proteção da vida animal tem sido adotada em outras cidades do Brasil e foi denominada AlimentaCão. A mesma iniciativa foi adotada em outros países, a exemplo da Colômbia, onde recebeu a denominação de ComeDog.

Como funciona

O kit de alimentação animal é feito de canos de PVC adaptados e transformados em recipientes de água e comida. Neles são colocados adesivos informando o que possuí cada recipiente e a marca do projeto, além de serem afixadas placas que expliquem a ideia do projeto e o que pode ser feito pelo voluntário que queira aderir ao projeto.

Em cada kit de alimentação animal cabe, em média, 4 kg de ração e 2 litros de água. A reposição da ração e da água deve ser feita diariamente, como, também, devem ser higienizadas a área e o kit de alimentação.

O kit de alimentação animal deve ainda ser afixado em lugares acima do chão, mas ao alcance de animais de pequeno porte. A medida objetiva evitar que a cidade fique suja, ocorra a proliferação de pragas como ratos e baratas e a contaminação do alimento.

O custo do kit de alimentação animal é pago pelo voluntário e é avaliado em cerca de R$100.

Banner do JGB: Campanha ‘Siga a página do Jornal Grande Bahia no Google Notícias’.
Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 121606 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br.