Psicóloga Mila Leão propôs oficina contando a história da madrasta da Branca de Neve alusiva ao Dia do Trabalho em Feira de Santana

Psicóloga Mila Leão propôs oficina contando a história da madrasta da Branca de Neve.Psicóloga Mila Leão propôs oficina contando a história da madrasta da Branca de Neve.
Psicóloga Mila Leão propôs oficina contando a história da madrasta da Branca de Neve.

Psicóloga Mila Leão propôs oficina contando a história da madrasta da Branca de Neve.

A conhecida pergunta da Madrasta Má para o espelho mágico“Fala, mágico espelho meu: quem é mais bela do que eu?”, do clássico Branca de Neve e os Sete Anões, marca todas as gerações. E essa relação entre madrasta x espelho vai além da contação de histórias para as crianças, podendo ser aplicado também para o contexto de trabalho.

Comemorando o Dia do Trabalho, o Hospital da Mulher promoveu na quarta-feira (03/05/2018), o evento ‘Dia do Trabalhador no HIPS’, com atividades voltadas à saúde dos colaboradores e funcionários. O dia começou bem animado para quem participou ao som de músicas latinas e ginástica laboral.

Leve a vida produtiva

Em seguida, a psicóloga Mila Leão propôs a oficina ‘Leve a Vida Produtiva’ contando a história da Madrasta da Branca de Neve, a Bruxa, principal antagonista do filme da Disney. A atividade voltada envolveu temáticas comportamentais, relacionamento e comunicação de forma lúdica.

No conto, a madrasta tem a obsessão de ser a mais bela de todas e ao questionar o espelho mágico sobre quem é a mais bela recebe uma resposta que a desagrada. O escravo espelho mágico conta que existe alguém que supera a sua beleza, e esse alguém é a Branca de Neve.

Levando esse conto para o âmbito laboral, a psicóloga levantou questionamentos dos participantes acerca da comunicação entre o escravo espelho mágico x madrasta, como esse processo de comunicação foi feito, se a Madrasta se baseou no conceito somente do espelho.

Uma atividade dinâmica também foi realizada, mostrando a importância de uma boa comunicação para não ocorrer ruídos.

“Falar da madrasta da Branca de Neve é falar do processo de comunicação, de relacionamento. Levar justamente essa reflexão em debate, como: o que estamos fazendo hoje no contexto laboral e familiar? A gente está se comunicando adequadamente, estabelecendo relacionamentos saudáveis ou está falando por falar, por que acha que o outro entendeu?”, frisa a psicóloga.

Atividade faz funcionários repensarem

Para a coordenadora de patrimônio, Marli Nobre, que trabalha há 24 anos na unidade hospitalar, a atividade acrescenta para o cotidiano dos funcionários, fazendo repensar sobre o relacionamento e comunicação de forma geral. “É muito difícil lidar com o outro. E essa oficina mostrou como podemos ter uma interação com o outro, seja no trabalho ou em casa, e que também a convivência ajuda a nos entender”.

No final da manhã, as participantes contaram também com dicas sobre maquiagem e cuidados com a pele, e com a avaliação de bioimpedância, exame que analisa a composição corporal do ser humano, como quantidade de massa magra, de água corporal e de gordura no corpo.

Já pela tarde, o tema ‘Leve a Vida Criativa’ ficou por conta da artesã Ana Medeiros. E com a temática ‘Leve a Vida Equilibrada’, a terapeuta metafísica Yzi Bezerra ofereceu aos participantes técnicas de relaxamento.

Compartilhe e Comente

Redes sociais do JGB

Faça uma doação ao JGB

About the Author

Redação do Jornal Grande Bahia
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]