Novo primeiro-ministro da Itália veio do FMI

Carlo Cottarelli atou no Fundo Monetário Internacional(FMI).
Carlo Cottarelli atou no Fundo Monetário Internacional(FMI).
Carlo Cottarelli atou no  Fundo Monetário Internacional(FMI).
Carlo Cottarelli atou no Fundo Monetário Internacional(FMI).

O novo primeiro-ministro interino da Itália veio do Fundo Monetário Internacional(FMI), Carlo Cottarelli. Mas o anúncio de sua nomeação, no domingo (27/05/2018), não segurou os mercados financeiros no mundo. Eles desabaram.

Os italianos votaram em 3 de março de 2018 e elegeram dois partidos antieuropeus e populistas, a Liga e o 5Estrelas, que começaram então a formar um governo. Só que eles escolheram um conhecido opositor do euro para ministro da Finança, Paolo Savona, de 81 anos, e incorreram no veto do presidente Sergio Mattarella.

Foi aí que Giuseppe Conte, acadêmico inexperiente que seria o novo primeiro-ministro, resolveu sair.

A Liga e o 5Estrelas estão agora querendo o impeachment do presidente Mattarella, argumentando que ele trocou um governo eleito pela maioria por alguém que não teve sequer um voto.

O tumulto transbordou da Itália e contagiou a Europa, principalmente Portugal e Espanha, e derrubou 400 pontos da Dow, em Wall Street. Fala-se agora em Italexit, como uma versão do Brexit, o divórcio do Reino Unido da União Europeia.

O primeiro-ministro Cottarelli deve marcar novas eleições para julho ou setembro. Elas tenderão a se tornar de fato um plebiscito sobre o futuro da Itália na Europa, ou a independência.

Tempos difíceis para a União Europeia: o governo espanhol vai enfrentar ainda nesta semana um voto de não confiança. E Hungria e Polônia tornaram-se estranhos no ninho.

*O jornalista Moisés Rabinovici é comentarista da Rádio Nacional e apresentador do programa Um olhar sobre o Mundo, na TV Brasil.

*Com informações da Agência Brasil.

Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 115028 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br.