Na Bahia, movimento de greve dos caminhoneiros atinge nível de barbaridade e motoristas que desistiram dos protestos são agredidos; confira vídeo

Motoristas de caminhão estão sendo agredidos por pseudos membros da greve dos caminhoneiros.
Motoristas de caminhão estão sendo agredidos por pseudos membros da greve dos caminhoneiros.
Motoristas de caminhão de transporte de carga estão sendo agredidos por pseudos membros da greve dos caminhoneiros.
Motoristas de caminhão estão sendo agredidos por pseudos membros da greve dos caminhoneiros.

A greve dos caminhoneiros deixou o nível da civilidade e passa para o estágio da barbaridade. Episódio de violência contra um caminhoneiro foi registrado na BR 324, em frente ao retorno situado na sede da cidade de Amélia Rodrigues.

Conforme registrado em vídeo encaminhado nesta quarta-feira (30/05/2018) ao Jornal Grande Bahia (JGB), um motorista de caminhão tipo ‘cegonha’ é violentamente agredido por pessoas, que formavam uma barreira humana, cuja finalidade era impedir que veículos de transporte de carga transitasse pela rodovia.

Não se trata de ato isolado, segundo fontes do JGB, veículos transportando cargas de alimentos para aves tem sido alvo de ação marginal dos autointitulados membros do movimento, ocorrendo, inclusive, o desafio de forças policiais que escoltam os veículos.

Confira vídeo

Banner do JGB: Campanha ‘Siga a página do Jornal Grande Bahia no Google Notícias’.
Sobre Carlos Augusto 9613 Artigos
Carlos Augusto é Mestre em Ciências Sociais, na área de concentração da cultura, desigualdades e desenvolvimento, através do Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais (PPGCS), da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB); Bacharel em Comunicação Social com Habilitação em Jornalismo pela Faculdade de Ensino Superior da Cidade de Feira de Santana (FAESF/UNEF) e Ex-aluno Especial do Programa de Doutorado em Sociologia da Universidade Federal da Bahia (UFBA). Atua como jornalista e cientista social, é filiado à Federação Internacional de Jornalistas (FIJ, Reg. Nº 14.405), Federação Nacional de Jornalistas (FENAJ, Reg. Nº 4.518) e a Associação Bahiana de Imprensa (ABI Bahia), dirige e edita o Jornal Grande Bahia (JGB).