Levantamento mostra que governo da Bahia não aumentou o número de contratações de policiais nos últimos anos, diz Bloco de Oposição

Segundo dados da Oposição, Governo Rui Costa não ampliou efetivo da polícia.
Segundo dados da Oposição, Governo Rui Costa não ampliou efetivo da polícia.
Segundo dados da Oposição, Governo Rui Costa não ampliou efetivo da polícia.
Segundo dados da Oposição, Governo Rui Costa não ampliou efetivo da polícia.

Um levantamento feito pela Bancada de Oposição na Assembleia Legislativa da Bahia revela que o governo da Bahia não aumentou o efetivo de policiais civis e militares, nos últimos anos. A conta feita pelo governador Rui Costa (PT), que, em recente postagem em sua rede social declarou ter sido o governador que mais contratou policiais, alcançando o total de 6.800 omite o número de servidores que se aposentaram no estado, nos últimos anos.

De acordo com informação oficial, do quadro de pessoal, anexo a Proposta Orçamentária de cada exercício, no estado, a Secretaria de Segurança Pública da Bahia tinha no ano de 2006 o total de 37.223 servidores ativos, 10.112 inativos, um celetista e 404 cargos em comissão, somando 47.740 servidores. Em 2017, conforme quadro da proposta orçamentária de 2018, existem 40.166 servidores ativos, 16.696 inativos, um celetista e 745 cargos em comissão sem vínculo, totalizando 57.608 servidores e mais 2.336 cargos em comissões ocupadas por servidores estatutários.

“Se tínhamos em 2006 o número de 37.223 servidores ativos e em 2017 alcançamos 40.166, onde estão somente 6.800 novos policiais? O governador não contou o número de 6.574 servidores, da Policia Militar e Civil que foram para inatividade, portanto não pode se autointitular como o governador que mais fez contratos de policiais. Onde está o aumento no número de policiais”, questionou o líder da Bancada, Luciano Ribeiro (DEM).

Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 109848 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]