Lançamento do livro ‘Perfilino Neto – a Enciclopédia do Rádio Brasileiro’ ocorre em Salvador

Capa do livro ‘Perfilino Neto – a Enciclopédia do Rádio Brasileiro’.
Capa do livro ‘Perfilino Neto – a Enciclopédia do Rádio Brasileiro’.
Capa do livro ‘Perfilino Neto – a Enciclopédia do Rádio Brasileiro’.
Capa do livro ‘Perfilino Neto – a Enciclopédia do Rádio Brasileiro’.

O livro ‘Perfilino Neto- a Enciclopédia do Rádio Brasileiro’ será lançado nesta quinta-feira (10/05/2018), às 18 horas, na Fundação João Fernandes da Cunha, no Bairro Campo Grande, em Salvador.

Segundo o editor do livro, Couto Coelho, “se temos Jorge Amado (segundo Darcy Ribeiro) como o grande educador do povo brasileiro, pela literatura, temos em Perilino a figura de um grande educador, pela música. Será que mais alguém no Brasil conhece, respeita e ama tanto quanto Perfilino a arte que é a nossa música?”

O livro aborda a sua infância; a carreira; a história do rádio contada por Perfilino Neto; curiosidades e entrevistas antológicas, como a que ele realizou com o papa João Paulo II.

Perfilino Neto é uma referência nacional no rádio. Completando meio século de carreira, ele continua apresentando programas na Educadora FM – Memória do Rádio e Encontro com o Chorinho – e, conforme destacado pela imprensa local, é um guardião baiano da história do rádio.

Ele diz que aos 12 anos já sabia que seria radialista. “Meu pai era um radiomaníaco que não dispensava nem a Voz do Brasil. Como ele, logo fiquei fascinado pelo rádio”.

O início na profissão foi como operador, aos 19, na Rádio Cultura, onde trabalhou por 43 anos. Depois, atuou como locutor, repórter e editor.

Ele possui também um acervo próprio com cerca de 18 mil LPs, 14 mil CDs, seis mil compactos de vinil e três mil fitas K-7. “A chegada do homem à Lua, Juscelino Kubitschek cantando serestas, Pelé dedicando o milésimo gol às crianças, o que você quiser de música ou documento radiofônico eu tenho”, garante.

Perfilineo Neto também digitaliza discos raros, transformando-os em mp3 e CDs: “Uso a tecnologia de softwares como o Sound Forge em prol da memória”.

Na sua opinião, o rádio também aproveita a modernidade para mudar suas ferramentas, usando o celular e a internet como aliados. “Mas, em essência, continua o mesmo”.

Ele também é um pesquisador da MPB e ao longo da sua carreira conheceu vários, como Cartola, Moreira da Silva, Jackson do Pandeiro e as rainhas do rádio Emilinha Borba e Marlene.

O lançamento do livro é uma realização da Fundação João Fernandes da Cunha e da Rede Internacional de Excelência Jurídica/Regional da Bahia.

O autor

Natural de Penedo (AL), Antonio Costa é compositor e escritor, autor dos livros Josaphat Marinho: perfil de um parlamentar contemporâneo (Editora da Academia de Cultura da Bahia/2007; Porque o rei é imortal (Editora Paginae, 2011); ABC do Gonzação (Editora Paginae, 2014) e Discografia de um gênio alagoano, Hermeto Pascoal.

Também é organizador e coautor de livros jurídicos.

Ele é também presidente do Instituo Baiano de Direito Empresarial IBADIRE; especialista em Ciências Jurídicas pela Universidade Federal de Alagoas; pós-graduado em Direito Cambiário e Direito Processual Civil pela Universidade Federal da Bahia; mestre em Administração de Empresas e Comércio Internacional pela Universidade de Extremadura, na Espanha; professor de Direito Processual Civil e Direito Internacional Privado da Universidade Católica do Salvador.

Redação do Jornal Grande Bahia
Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 108167 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]