Indignado, trabalhador conclama guerra civil contra governo opressor e ilegítimo de Michel Temer; confira vídeo

Protesto em defesa de ‘Lula Livre, Lula presidente'.
Insatisfação popular mobiliza diferentes setores da sociedade, que identificam opressão oriunda dos três poderes da República, Executivo, Legislativo e Judiciário.
Protesto em defesa de ‘Lula Livre, Lula presidente'.
Insatisfação popular mobiliza diferentes setores da sociedade, que identificam opressão oriunda dos três poderes da República, Executivo, Legislativo e Judiciário.

Diferentes vozes da sociedade civil começam a elevar o tom de descontentamento com relação à política econômica do governo opressor e ilegítimo de Michel Temer (PMDB/SP), cujo resultado das ações objetivam depauperar a classe trabalhadora, ampliando a riqueza de rentistas, do capital internacional e da plutocracia, autocrática autoritária encastelada no Estado Nação.

Neste contexto, após 13 aumentos seguidos do preço do combustível, um trabalhador, exasperado com a situação econômica do país, com os 27 milhões de desempregados, 60 milhões de inadimplentes e com a impossibilidade material de continuar a exercer o ofício de motorista conclamou a sociedade civil a levantar armas contra a opressão encarnada no ilegítimo Governo Temer.

O vídeo foi encaminhado ao Jornal Grande Bahia (JGB) nesta terça-feira (22/05/2018).

Confira vídeo

Sobre Carlos Augusto 9462 Artigos
Carlos Augusto é Mestre em Ciências Sociais, na área de concentração da cultura, desigualdades e desenvolvimento, através do Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais (PPGCS), da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB); Bacharel em Comunicação Social com Habilitação em Jornalismo pela Faculdade de Ensino Superior da Cidade de Feira de Santana (FAESF/UNEF) e Ex-aluno Especial do Programa de Doutorado em Sociologia da Universidade Federal da Bahia (UFBA). Atua como jornalista e cientista social, é filiado à Federação Internacional de Jornalistas (FIJ, Reg. Nº 14.405), Federação Nacional de Jornalistas (FENAJ, Reg. Nº 4.518) e a Associação Bahiana de Imprensa (ABI Bahia), dirige e edita o Jornal Grande Bahia (JGB).