Escola Argentina Castelo Branco está totalmente degradada, diz Sindicato dos Servidores de Candeias

Imagens revelam degradação da Escola Argentina Castelo Branco.
Imagens revelam degradação da Escola Argentina Castelo Branco.
Imagens revelam degradação da Escola Argentina Castelo Branco.
Imagens revelam degradação da Escola Argentina Castelo Branco.

O Sindicato dos Servidores do Município de Candeias (SISEMC) denuncia “as condições precárias” da Escola Municipal Argentina Castelo Branco, localizada no município. O presidente do SISEMC, Juscelino Santos, visitou a Escola Municipal Argentina Castelo Branco, no Bairro Cantagalo, e se deparou com uma situação de degradação e total descaso do Poder Público.

“Não há mínimas condições de ensino e aprendizado nesta unidade. Está totalmente degradada. É um absurdo. As imagens são chocantes. São essas as condições que a atual administração municipal oferece às crianças e professores”, disse o presidente.

São portas e armários quebrados a secretaria em um estado lastimável, tetos com necessidade urgente de reformas e o quadro negro deteriorado.

“Medidas urgentes devem ser tomadas pela Prefeitura para que o problema seja sanado com brevidade”, afirmou Juscelino Santos.

Arrecadação com a Petrobras

O município de Candeias arrecada impostos da Petrobras. De acordo com o site da Petrobras (www.petrobras.com.br/pt/nossas-atividades/principais-operacoes/terminais-e-oleodutos/terminal-candeias.htm), lá está localizado o Terminal de Candeias, “principal ponto de escoamento da produção da Refinaria de Mataripe, cujos derivados abastecem o estado de Sergipe e o Norte da Bahia”.

Em 2016, a arrecadação do município foi de R$ 268 milhões. Segundo os dados do IBGE, Candeias sozinha responde por 2,9% do PIB de toda a Bahia. A Bahia tem 417 municípios e 15,2 milhões de habitantes. E, de acordo com o IBGE de 2017, a população de Candeias é de 89.707 habitantes.

Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 115083 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br.