Eleições 2018: PSL de Jair Bolsonaro pode aderir à unificação da oposição na Bahia, diz Dayane Pimentel

Jair Bolsonaro e Dayane Pimentel.
Jair Bolsonaro e Dayane Pimentel.
Jair Bolsonaro e Dayane Pimentel.
Jair Bolsonaro e Dayane Pimentel.

Com a vinda do pré-candidato à presidência da república Jair Bolsonaro (PSL) para a Bahia, na próxima semana, aumentam as especulações sobre uma possível mudança em relação à candidatura própria para governo do estado.

Nos últimos dias, as declarações da presidente estadual do Partido Social Liberal, professora Dayane Pimentel, abriram margem para possibilidade de marchar unida com a oposição na “luta para derrubar o PT do poder”, como costuma declarar nas entrevistas de rádio, concedidas nos últimos dias.

O partido já apresentou o nome do advogado e professor Wank Medrado como pré-candidato ao Palácio de Ondina, porém, paira no ar, a intenção do aderir à unificação da direita apoiando José Ronaldo do Democratas ou João Gualberto do PSDB, nas eleições de outubro.

A professora Dayane afirmou que mantém contato com representantes do seu partido em todas as regiões da Bahia e que a adesão de novas lideranças acontece todos os dias ao Partido Social Liberal e que a sigla se fortalece a cada dia, motivada pelo crescimento de Jair Bolsonaro nas pesquisas de intenção de voto para presidente. Ainda assim, suas declarações insinuam a possibilidade de um recuo em relação ao governo do estado.

Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 109999 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]