Dólar atinge maior valor em dois anos e chega a R$ 3,628

Governo Temer apresenta incapacidade de conter alta do dólar.
Governo Temer apresenta incapacidade de conter alta do dólar.
Governo Temer apresenta incapacidade de conter alta do dólar.
Governo Temer apresenta incapacidade de conter alta do dólar.

Mesmo após anunciar ajustes para ampliar a oferta de contratos de swap cambial, que equivale à venda de dólares no mercado futuro (uma forma de evitar a fuga de capitais do país), o Banco Central (BC) não conseguiu segurar uma nova alta da moeda norte-americana no pregão desta segunda-feira (14/05/2018). O dólar comercial acabou fechando o dia cotado R$ 3,628, uma alta de 0,73%. Trata-se do maior valor desde abril de 2016, quando a moeda chegou a valer R$ 3,693.

Na máxima do dia, o dólar chegou a bater R$ 3,6405, mas acabou recuando no fechamento para os R$ 3,628. O dólar turismo, que é o que as pessoas compram quando fazem viagem internacional, atingiu a cotação de R$ 3,78 ao fim do dia. De acordo com o professor de macroeconomia do Ibmec-RJ e economista da Órama Investimentos, Alexandre Espírito Santo, um dos motivos para o dólar estar em alta em todo o mundo é a expectativa de elevação mais rápida do que o previsto da taxa de juros dos Estados Unidos. A alta da taxa de juros americana atrai dinheiro para economias avançadas, provocando a fuga de capitais financeiros de países emergentes, como o Brasil.

Na última sexta-feira (11), após o fechamento do mercado, o BC anunciou ajustes nas vendas de contratos de swap cambial, passando a fazer leilões com vencimento em junho e antecipando operações adicionais. Com as mudanças, o BC iniciou a oferta diária de rolagem integral de 4.225 contratos, com vencimento em junho. Além disso, a instituição também iniciou nesta segunda a oferta adicional de 5 mil novos contratos ao longo do mês e não apenas ao final, como estava previsto.

Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 110945 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]