Categoria Honda CRF 230 é porta de entrada do Rally dos Sertões; competição é realizada nos estados da Bahia, Goiás, Piauí e Ceará

Piloto na categoria Honda CRF 230.
Piloto na categoria Honda CRF 230.
Piloto na categoria Honda CRF 230.
Piloto na categoria Honda CRF 230.

Um dos segredos do sucesso do Rally dos Sertões como competição é a abertura de espaço para todo tipo de competidor, ampliando a participação de pilotos nas mais diferentes categorias, proporcionando a experiência de pilotar nos pisos mais exigentes pelo coração do Brasil disputando com grandes nomes do rali nacional e internacional.

Entre estes exemplos está a categoria 230, criada para quem disputa o rali utilizando uma motocicleta Honda CRF 230 F, fabricada no Brasil. Há três anos, Júlio Zavatti corre e domina a classe, que cresce em número de inscritos a cada edição. Ele é piloto oficial da equipe Honda Racing.

O Rally dos Sertões 2018 será disputado entre Goiânia e Fortaleza, de 18 a 25 de agosto. Além das motos, a prova é aberta para carros, quadriciclos e UTVs e terá ao todo 3.607 quilômetros entre deslocamentos e trechos cronometrados. O roteiro passará pelos estados de Goiás, Bahia, Piauí e Ceará.

Zavatti, mais conhecido como ‘Bissinho’, destaca o custo mais baixo, a segurança e o desempenho da moto. “Já corri em moto de 450 cilindradas e depois tive a oportunidade de correr na 230. Era pegar ou largar: competir de 230 ou ficar em casa. Foi a maneira que encontrei de disputar o Sertões”, conta.

“A durabilidade da moto é impressionante, bem como sua segurança. Parece até loucura disputar um rali como o Sertões em uma moto de cilindrada baixa, mas o desempenho dela foi muito acima da minha expectativa. Em todos os anos, além de ganhar na categoria, ficamos entre os primeiros na classificação Geral das motos”, lembra Zavatti.

De fato, o piloto ficou em nono em 2015, em sexto lugar no ano seguinte e conquistou um impressionante quarto lugar entre todas as motos em 2017, tendo ainda ficado em segundo lugar no geral da primeira etapa entre as motocicletas. A categoria 230 serve como porta de entrada e também como vitrine para algumas equipes.

Júlio Zavatti continua na mesma categoria em 2018 e desta vez vai defender a equipe oficial Honda Racing. “Todo piloto sonha estar ali, com uma estrutura grande e todo o suporte para ter de se preocupar apenas em pilotar, navegar e trazer o resultado”, disse o tricampeão da classe 230, que recentemente venceu o Rally RN 1500 entre as motos.

Categoria Self

Em 2018, a Dunas Race, empresa organizadora do Rally dos Sertões, resolveu criar uma nova categoria nas motos: ‘Self’. Trata-se de uma categoria de baixo custo dedicada a pilotos que queiram completar o Rally dos Sertões sem apoio mecânico, resgatando o verdadeiro espírito do rali.

A empresa Bike Box, com 25 anos de experiência no Rally dos Sertões, foi escolhida pela organização do evento para operacionalizar a Categoria Self. Os participantes poderão contar com ferramentas, tendas iluminadas e outros serviços.

“A categoria Self é uma porta de entrada para participar do Rally dos Sertões na categoria Motos. E está gerando bastante interesse porque exige um investimento menor”, afirma Sabrina Proença, responsável pelo relacionamento com os competidores.

Roteiro do Rally dos Sertões 2018

Sábado (18/08)

Prólogo e largada promocional

Domingo (19/08)

1ª Etapa

Goiânia (GO) – Formosa (GO)

Deslocamento Inicial – 250 km

Trecho Especial (Cronometrado) – 300 km

Deslocamento Final – 170 km

Total do dia: 690 km

Segunda-feira (20/08)

2ª Etapa

Formosa (GO) – Posse (GO)

Deslocamento Inicial – 29 km

Trecho Especial (Cronometrado) – 307 km

Deslocamento Final – 50 km

Total do dia: 386 km

Terça-feira (21/08)

3ª Etapa

Posse (GO) – Luís Eduardo Magalhães (BA)

Deslocamento Inicial – 24 km

Trecho Especial (Cronometrado) – 255 km

Deslocamento Final – 71 km

Total do dia: 350 km

Quarta-feira (22/08)

4ª Etapa

Luís Eduardo Magalhães (BA) – Barra (BA)

Deslocamento Inicial – 123km

Trecho Especial (Cronometrado) – 355 km

Deslocamento Final – 0

Total do dia: 478 km

Quinta-feira (23/08)

5ª Etapa

Barra (BA) – São Raimundo Nonato (PI)

Deslocamento Inicial – 0km

Trecho Especial (Cronometrado) – 400 km

Deslocamento Final – 46km

Total do dia: 446 km

Sexta-feira (24/08)

6ª Etapa

São Raimundo Nonato (PI) – Juazeiro do Norte (CE)

Deslocamento Inicial – 39 km

Trecho Especial (Cronometrado) – 226 km

Deslocamento Final – 338 km

Total do dia: 603 km

Sábado (25/08)

7ª Etapa

Juazeiro do Norte (CE) – Fortaleza (CE)

Deslocamento Inicial – 166 km

Trecho Especial (Cronometrado) – 200 km

Deslocamento Final – 288 km

Total do dia: 654 km

Agenda

O quê: 26ª edição do Rally dos Sertões

Quando: de 18 a 25 de agosto

Onde: de Goiânia a Fortaleza (Goiás, Bahia, Piauí e Ceará)

Categorias: Carros, Motos, Quadriciclos e UTVs

Redação do Jornal Grande Bahia
Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 107977 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]