Aumento dos combustíveis e da energia elétrica pode desestruturar setor agropecuário da Bahia, diz FAEB

Nota da FAEB critica política de preços do Governo Temer e alerta para queda na produção.
Nota da FAEB critica política de preços do Governo Temer e alerta para queda na produção.
Nota da FAEB critica política de preços do Governo Temer e alerta para queda na produção.
Nota da FAEB critica política de preços do Governo Temer e alerta para queda na produção.

Em nota, divulgada nesta quarta-feira (24/05/2018), a Federação da Agricultura e Pecuária do Estado da Bahia (FAEB) criticou os aumentos da tafrias de energia elétrica e preço do combustível determinados pelo Governo Temer, alertado para impactos negativos na produção da agropecuária da Bahia.

Confira a nota

A Federação da Agricultura e Pecuária do Estado da Bahia (FAEB), representante do Setor Agropecuário estadual, solidária com a classe produtora rural, vem manifestar sua profunda preocupação com os absurdos aumentos cobrados nas tarifas de energia elétrica e com as abusivas e praticamente diárias altas nos preços dos combustíveis.

A surpreendente elevação dos custos de produção e a menor rentabilidade preocupam os produtores rurais que empreenderam para produzir, assegurando o abastecimento do mercado interno, o equilíbrio da balança comercial com expressivas e crescentes exportações e a estabilidade da economia ao longo dos últimos anos.

Os produtores planejaram e realizaram seus investimentos dentro de uma realidade que fora alterada por quem tem a função institucional de manter estável a variação cambial, regular os preços dos combustíveis e zelar pelo fornecimento de energia em parâmetros compatíveis com os valores pactuados.

O cenário que se apresenta é preocupante e os motivos dessa apreensão é a elevação dos custos com transporte, insumos e energia elétrica, gerando queda na rentabilidade para as principais atividades e redução de crescimento do setor agropecuário, tudo com reflexos diretos na manutenção e geração de empregos e nos preços dos alimentos de subsistência e naqueles destinados à comercialização junto ao consumidor final.

É urgente que as AUTORIDADES encontrem soluções eficientes que possam reduzir o impacto da alta da moeda estrangeira, conter a elevação desenfreada dos preços dos combustíveis e cancelar as bandeiras tarifárias da energia do campo, pois só assim a cadeia produtiva continuará viável, evitando a estagnação da economia, a elevação da inflação e alavancando as necessárias exportações do Setor.

Humberto Miranda

Presidente da Federação da Agricultura e Pecuária do Estado da Bahia

Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 116841 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br.