Vereadores de Feira de Santana abordam cenário nacional político

Roberto Tourinho: ao longo dos anos, nunca vi um momento em que a classe política estivesse em uma situação de desgaste como agora.
Roberto Tourinho: ao longo dos anos, nunca vi um momento em que a classe política estivesse em uma situação de desgaste como agora.
Roberto Tourinho: ao longo dos anos, nunca vi um momento em que a classe política estivesse em uma situação de desgaste como agora.
Roberto Tourinho: ao longo dos anos, nunca vi um momento em que a classe política estivesse em uma situação de desgaste como agora.

Em pronunciamento, na sessão ordinária desta terça-feira (03/04/2018), na Casa Legislativa de Feira de Santana, o edil Roberto Tourinho (PV) cumprimentou a colega Eremita Mota (PSDB), por ter assumido a presidência do partido em Feira de Santana e fez uma abordagem do cenário político do Brasil.

“Tenho certeza de que o PSDB está bem representado tendo a vereadora Eremita Mota à frente. Já era bem representado pelo nosso presidente José Carneiro Rocha e agora por Eremita”, elogiou Tourinho.

Já tratando sobre a política nacional, o vereador disse que manifestaria sua preocupação pelo momento político que passa o país, ressaltando o descrédito da classe política. “Ao longo dos anos, nunca vi um momento em que a classe política estivesse em uma situação de desgaste como agora. Estamos há pouco mais de seis meses das eleições para elegermos presidente da República, governador, senador e deputados e amanhã o STF irá se reunir para decidir se o ex-presidente Lula será preso ou não, pois vão apreciar o HC dele”, pontuou.

Para Tourinho, isso o faz lembrar que na Paraíba candidatos ao Senado foram presos e quando foi questionado à população em quem ela votaria, respondeu que votaria em quem estivesse solto na época da eleição. “Estamos num momento em que não se pode antecipar o voto porque não sabemos quem está solto ou preso no período eleitoral. Isso nos entristece muito. Todos os dias é uma representação nova, uma ação criminal nova, são muitos deputados que passam o dia sendo excelências e à noite são presidiários”, lembrou.

O vereador lembrou das piadas que acompanha nas redes sociais e avaliou que não passa do reflexo do que vem acontecendo ao longo dos anos. “Ao invés de construir e lutar pela população, muitos têm buscado sua melhoria pessoal e as piadas e ironias que vimos são a tradução do que pensa a maioria sobre os políticos. A Rede Globo criou um quadro, onde ouve os anseios da população sobre um país que ela quer e a maioria quer que o político tome vergonha na cara e que acabe este mar de corrupção”, observou.

Tratando de eleição, Tourinho lembrou que faltam quatro dias para o final do prazo para os pré-candidatos renunciarem ou descompatibilizarem de seus cargos e até o memento não há uma posição do prefeito de Salvador, ACM Neto. “De um lado temos o governador Rui Costa, que busca reeleição e do outro a possibilidade de ACM Neto disputar o cargo. Mas, no compasso da espera que estamos, isto irá acontecer até os momentos finais do prazo”, analisou.

E nomeou a política brasileira de “salada de fruta”. “Vimos aqui o vereador Zé Curuca agradecer ao governador Rui Costa, por atender um pedido seu. Ele está certo, tem mesmo que agradecer os benefícios. Porém, Curuca e Lulinha apoiam um deputado federal que é da base do governador Rui Costa, mesmo eles sendo filiados ao DEM. É essa salada de fruta que contribui para o descrédito na política. Digo isso porque não sei se em seis meses a classe política irá entrar em sintonia para que se possa ouvir as vozes roucas das ruas”, analisou.

Para finalizar, Tourinho disse que deixa sua perplexidade sobre os fatos. “Agora tenho mais critérios e rigor ao votar. Desejo muito que o Brasil e o estado da Bahia possam sair dessa crise, que paire a serenidade na Suprema Corte desse país e que o povo brasileiro escolha de maneira sábia o futuro presidente do Brasil, bem como senador, governador e deputados”, findou.

Cadmiel Pereira mostra preocupação com cenário político nacional

No uso da tribuna, na sessão ordinária desta terça-feira (03/04/2018), na Câmara Municipal, o vereador Cadmiel Pereira (PSC) tratou sobre a política no estado da Bahia.

“Faço coro a Tourinho quando diz que não temos nomes colocados à apreciação que possam contribuir na restituição da imagem do Brasil. Não temos, por exemplo, um plano de segurança e defesa das fronteiras, plano para o combate ao uso de drogas em todas as cidades e não temos planos de fortalecimento no meio rural. O Programa Habitacional Minha Casa Minha Vida foi instalada na zona urbana, mas não foi instalado na zona rural. Não temos investimentos na malha ferroviária, onde os investimentos são menores que o rodoviário e também não há investimentos nas estradas. Portanto, ainda não temos um nome que possa nos representar e visualizar o quê e quem representa”, pontuou Cadmiel.

O vereador disse mais que, a miscelânea de partidos dificulta a distinção de pontos de vista defendidos por cada partido. “Existe até coligação de partidos opostos. Sendo assim, como podemos levar a sério? Nos Estados Unidos, por exemplo, há uma divisão entre republicanos e democratas, mas no nosso país não conseguimos fazer distinção. Em nossa cidade, essa distinção é mais clara. Temos Zé Neto, que conhecemos a postura e a mantém e temos José Ronaldo, que também conhecemos a postura. Quando há essa distinção você faz a leitura e avalia se serve para lhe representar ou não”, avaliou.

E continuou. “Essa miscelânea acaba com a moral e destrói a identidade política de um grupo. Portanto, a Bahia precisa de uma gestão que possa alcançar tudo e a todos. É preciso ter capacidade de separar as paixões políticas e trabalhar pelo povo. Mas, só faz isso quem sabe gerir. Porém, em breve estaremos fazendo nossas escolhas e espero que possamos ter representantes que façam bem ao Brasil, Bahia e Feira de Santana”, findou.

Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 109996 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]