Vereador repercute requerimento rejeitado e Micareta de Feira de Santana

José Menezes (Zé Filé): todo vereador deveria ter acesso aos valores arrecadados pelo Município, em todos os segmentos.
José Menezes (Zé Filé): todo vereador deveria ter acesso aos valores arrecadados pelo Município, em todos os segmentos.
José Menezes (Zé Filé): todo vereador deveria ter acesso aos valores arrecadados pelo Município, em todos os segmentos.
José Menezes (Zé Filé): todo vereador deveria ter acesso aos valores arrecadados pelo Município, em todos os segmentos.

No uso da tribuna, na sessão ordinária desta quarta-feira (18/04/2018), na Câmara Municipal de Feira de Santana, o vereador José Menezes Santa Rosa (Zé Filé, PROS) repercutiu o requerimento nº 82/2018, de sua autoria, rejeitado pela maioria dos vereadores e tratou sobre a Micareta de Feira.

“Todo vereador deveria ter acesso aos valores arrecadados pelo Município, em todos os segmentos. Era para cada um receber uma pasta com todos os valores. Lulinha falou aqui sobre as contas do Município que foram aprovadas sem ressalvas, mas isso é fácil. É muito simples o TCM aprovar contas de gestores, não há dificuldades porque é só apresentar notas. Eu quero saber se há auditoria para verificar a veracidade dessas notas envidadas ao TCM. O Município tem obrigação de manter os vereadores informados sobre as receitas e despesas”, pontuou Zé Filé.

Micareta

Ainda no uso da tribuna, o edil tratou sobre a Micareta da cidade, que este ano se realizará entre os dias 19 e 22 de abril. Segundo ele, a festa não é mais tão boa como antigamente e os recursos investidos nela deveria ser feitos na saúde.

“Sinto falta das micaretas de Zé Falcão e Colbert Martins, quando aconteciam na Getúlio Vargas. Era uma festa linda e tranquila, mas ficará só na lembrança. Depois que foi transferida para a Avenida Presidente Dutra, a Micareta começava na Igreja dos Capuchinhos e terminava na Casa de Saúde Santana, mas de uns anos para cá já termina na Maria Quitéria e em pouco tempo ficará parada, não sairá do lugar. A Prefeitura deveria parar de gastar dinheiro com uma festa que só diminui. E, se não tem condição de gastar, acaba logo com ela. O que não deve é ficar gastando dinheiro à toa”, sugeriu.

O edil pediu mais que os eleitores tenham cuidado no momento da votação. “Prestem atenção em quem vão dar os votos, pois são os escolhidos que vão representar vocês. Não votem em vereadores ou deputados que conseguem empregos, por exemplo, pois estarão elegendo políticos que não sem compromisso com vocês. Tenham atenção na eleição que acontecerá este ano”, pediu.

Em aparte, o vereador Edvaldo Lima (PP) disse observar que a Micareta de Feira está encolhendo. “Graças a Deus que está encolhendo, pois é uma festa que não traz nada de bom para a cidade, apenas violência, doença e sujeira”, analisou.

De volta com a palavra, Zé Filé lembrou que o deputado federal Fernando Torres não se destinou emendas para a realização da festa momesca. “Porque ele colocou R$ 2 milhões para a reforma do HGCA, pois a cidade precisa é de saúde e não de festa. Com o povo morrendo não pode ser injetado dinheiro em festas”, observou.

Defesa

Em um momento de aparte, a vereadora Eremita Mota (PSDB) se defendeu das críticas feitas a ela pelo colega Luiz Augusto de Jesus (Lulinha, DEM). O edil afirmou que a vereadora segue o colega Roberto Tourinho (PV) nas decisões, inclusive votando de forma semelhante.

De início, Eremita leu o significado da palavra vereador, bem como suas atribuições e funções. “Infelizmente, sabemos que aqui há X9, pessoa que não faz nada sem a autorização prévia do Executivo para angariar alguns benefícios. Quero dizer a Lulinha que não preciso e nunca precisei disso. Estou no 4º mandato e nunca perdi eleição. Também nunca precisei perguntar a colega nenhum em qual matéria devo votar. Sou sim amiga de Tourinho e algumas vezes o sigo, mas porque penso como ele. Vossa Excelência foi deselegante. Não sou e nunca fui capacho”, disparou Eremita contra Lulinha.

Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 109903 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]