Salvador: Mostra Latina apresenta espetáculos iberoamericanos no Vivadança Festival Internacional

Espetáculo 'And that´s why I´m here today' é apresentado no Vivadança Festival Internacional.Espetáculo 'And that´s why I´m here today' é apresentado no Vivadança Festival Internacional.
Espetáculo 'And that´s why I´m here today' é apresentado no Vivadança Festival Internacional.

Espetáculo ‘And that´s why I´m here today’ é apresentado no Vivadança Festival Internacional.

Em uma parceria com o Movimento Internacional de Dança (MID), o Vivadança estreia na programação a Mostra Latina com apresentações de espetáculos da Espanha, Costa Rica, Argentina e Colômbia. As apresentações serão realizadas em Salvador até este sábado (28/04/2018).

Mostra Latina/Argentina – As dançarinas e coreógrafas Laura Figueiras e Carla Rímola apresentam ‘Isadora Sur’, que propõe um espaço de ancoragem para abordar a figura mítica de Isadora Duncan, fundadora da dança moderna ocidental. Dia 24/04, 20 horas, no Teatro do Movimento – Escola de Dança da UFBA; e ‘Acto Blanco’, uma evocação do espírito do movimento romântico. A tempestade e a noite que colocam o universo feminino num abismo do sonho, entre o monstruoso e a natureza. Nesta quarta-feira, 25, 20 horas, no Teatro Vila Velha.

Mostra Latina/Espanha – A dançarina e coreógrafa espanhola Victoria Miranda apresenta os espetáculos solos ‘I Leave the lights on’ (dia 27, 19 horas, no Espaço Xisto) e ‘And that´s why I´m here today’ (dia 28, às 17:30 horas, no Goethe Institut). No primeiro, a artista reflete sobre o TOC, transtorno obsessivo-compulsivo. “Meu interesse nesta proposta é transmitir essa obsessão que, no fundo, todos os seres humanos têm”, resume. Já no segundo ela propõe transitar entre os conceitos de Jacques Lacan (‘O imaginário e o simbólico.’) e Nietzsche (‘O mundo real é muito menor que o mundo da imaginação.’).

Mostra Latina/Costa Rica – o dançarino e coreógrafo Gabriel Rodríguez apresenta o espetáculo ‘Sórdito’, um solo de dança contemporânea sobre um homem e sua necessidade de desfigurar e deslocar sua identidade para reconhecer a partir do seu corpo um corpo que ataque sua racionalidade e pensamento, aos quais está aprisionado, um corpo que se faz linguagem, interfere e mobiliza sua realidade. No sábado, 28, às 17 horas, no Teatro ICBA Goethe-Institut Salvador.

Com apoio do edital do ‘Fundo de ajuda para as Artes Cênicas Ibero-americanas (IBERESCENA/FUNARTE)’ e Idartes/Governo da Bogotá, a 12ª edição do Vivadança estreita laços com países iberoamericanos com o objetivo intensificar a troca e criar possibilidades de circulação da produção artística latina no Brasil. Para diretora, curadora e coreógrafa Cristina Castro é uma parceria de diálogo que permite conhecer novas culturas, pesquisar nossas raízes através do intercâmbio entre artistas, oficinas, residências incluindo rodada de negócios e encontros com programadores de festivais. Nessa primeira edição, 6 países participam da Mostra Latina, Colômbia, Equador, México, Espanha, Argentina, Costa Rica. Para 2018 uma das ações vinculadas à Mostra Latina contemplou uma residência com o coreógrafo colombiano Jorge Bernal para o Balé Jovem de Salvador, com realização de uma mostra no Espaço Xisto e apresentação de Bernal com a sua companhia Maldita Danza, no espetáculo ‘Súper Tejido Limbo’, ambos no último sábado, 21.

O Vivadança Festival Internacional tem apoio financeiro do Governo do Estado, através do Fundo de Cultura, Secretaria da Fazenda e Secretaria de Cultura da Bahia. É uma realização da Baobá Produções Artísticas.

Fundo de Cultura do Estado da Bahia (FCBA)

Criado em 2005 para incentivar e estimular as produções artístico-culturais baianas, o Fundo de Cultura é gerido pelas Secretarias da Cultura e da Fazenda. O mecanismo custeia, total ou parcialmente, projetos estritamente culturais de iniciativa de pessoas físicas ou jurídicas de direito público ou privado. Os projetos financiados pelo Fundo de Cultura são, preferencialmente, aqueles que apesar da importância do seu significado, sejam de baixo apelo mercadológico, o que dificulta a obtenção de patrocínio junto à iniciativa privada. O FCBA está estruturado em 4 (quatro) linhas de apoio, modelo de referência para outros estados da federação: Ações Continuadas de Instituições Culturais sem fins lucrativos; Eventos Culturais Calendarizados; Mobilidade Artística e Cultural e Editais Setoriais.

Compartilhe e Comente

Redes sociais do JGB

Faça uma doação ao JGB

About the Author

Redação do Jornal Grande Bahia
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]