Reportagem de Domingos Meirelles revela elos do crime no Rio de Janeiro; Marcinho VP comenta sobre Comando Vermelho, drogas, armas, política e sociedade

Condenado Márcio dos Santos Nepomuceno (Marcinho VP) concede entrevista exclusiva à Domingos Meirelles.
Condenado Márcio dos Santos Nepomuceno (Marcinho VP) concede entrevista exclusiva à Domingos Meirelles.
Condenado Márcio dos Santos Nepomuceno (Marcinho VP) concede entrevista exclusiva à Domingos Meirelles.
Condenado Márcio dos Santos Nepomuceno (Marcinho VP) concede entrevista exclusiva à Domingos Meirelles.

O jornalista Domingos Meirelles, presidente da Associação Brasileira de Imprensa (ABI), apresenta reportagem sobre elos do crime no Rio de Janeiro. A reportagem é centrada na entrevista com o condenado Márcio dos Santos Nepomuceno (Marcinho VP) e aborda a vida criminosa, relação com políticos, laços familiares, armas, drogas e aspectos dos relatos registrados no livro ‘Marcinho Verdades e Posições: o Direito penal do inimigo’, escrito pelo criminoso, em parceria com o jornalista Renato Homem.

Durante a entrevista exclusiva, o traficante acusa autoridades de “manipular” a investigação do assassinato do jornalista para prender Elias Pereira da Silva (Elias Maluco).

A reportagem aborda, também, o assassinato do jornalista Tim Lopes, ocorrido em junho de 2002, no Rio de Janeiro, e as relações estabelecidas entre Marcinho VP e o Comando Vermelho (CV), organização criminosa pela qual foi acusado, pelo Ministério Público, de chefiar.

Veiculada nesta quinta-feira (12/04/2018), no programa Câmera Record, através da TV Record News, a reportagem, baseada em entrevista, se constitui em denso relato do submundo das organizações criminosas e dos elos estabelecidos com o poder e a sociedade.

Presídio

“Hóspede”, desde de 2007, do sistema penitenciário brasileiro, Marcinho VP cumpri, na Penitenciária Federal de Segurança Máxima Catanduvas, no Paraná, 48 anos de pena em regime fechado, por tráfico de drogas e por ser mandante de dois assassinatos.

Conforme relatado no livro autobiográfico, ele iniciou a vida criminosa aos 13 anos. Atualmente, Marcinho VP se diz um arrependido, que ama a família.

Acesso

A íntegra da matéria, em vídeo, pode ser acessada no site do Câmera Record:

https://noticias.r7.com/camera-record

Assista síntese da reportagem

Sobre Carlos Augusto 9719 Artigos
Carlos Augusto é Mestre em Ciências Sociais, na área de concentração da cultura, desigualdades e desenvolvimento, através do Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais (PPGCS), da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB); Bacharel em Comunicação Social com Habilitação em Jornalismo pela Faculdade de Ensino Superior da Cidade de Feira de Santana (FAESF/UNEF) e Ex-aluno Especial do Programa de Doutorado em Sociologia da Universidade Federal da Bahia (UFBA). Atua como jornalista e cientista social, é filiado à Federação Internacional de Jornalistas (FIJ, Reg. Nº 14.405), Federação Nacional de Jornalistas (FENAJ, Reg. Nº 4.518) e a Associação Bahiana de Imprensa (ABI Bahia), dirige e edita o Jornal Grande Bahia (JGB).