Feira de Santana: vereador retira pré-candidatura e aborda prisão do ex-presidente Lula

Alberto Nery: a Lei é para todos, mas Lula foi preso sem ser provado que o tríplex é dele, onde nunca morou.

Alberto Nery: a Lei é para todos, mas Lula foi preso sem ser provado que o tríplex é dele, onde nunca morou.

Em pronunciamento, na sessão ordinária desta segunda-feira (09/04/2018), na Casa Legislativa de Feira de Santana, o edil Alberto Nery (PT) fez algumas observações em relação às obras realizadas no Município pelo Executivo, tratou da prisão do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e afirmou que não será candidato a deputado estadual nestas eleições.

Sobre as eleições deste ano, o edil disse aguardar a maior vitória das eleições com a vitória do governador Rui Costa e fez questionamentos sobre as obras realizadas no Município. “Vamos continuar trabalhando para que tenhamos a maior vitória das eleições este ano. Inclusive, gostaria de fazer algumas observações e perguntas: o que será feito deste BRT, onde se gastou R$ 90 milhões na construção de duas trincheiras? Na Avenida João Durval, onde vai transitar ônibus, são três vias. A Maria Quitéria, que não vai transitar ônibus, são quatro vias. Isso foi para economizar? Porque a João Durval é maior que a Maria Quitéria”, avaliou Nery.

Ainda no uso da tribuna, Nery tratou sobre a prisão do ex-presidente Lula. “Uns odiaram e outros aplaudiram. A Lei é para todos, mas Lula foi preso sem ser provado que o tríplex é dele, onde nunca morou. Mas, mesmo assim foi condenado por Moro. Para quem não entendeu, condenaram o ex-presidente mais popular das últimas décadas, através de um processo que correu em velocidade recorde. Onde era para ser revisado uma decisão em segunda instancia, ele foi condenado. Rasgaram a Constituição Federal. Não existe no judiciário um entendimento lógico em relação ao processo. A ministra Rosa Weber, para nossa surpresa, votou contra suas convicções parecendo que foi algo proposital para a prisão”, pontuou Nery.

Segundo o vereador Nery, esse não é um momento para comemorar e sim para refletir. “Precisamos fazer uma reflexão do que chamamos de democracia. Parece que ela só existe para atender aos interesses da elite brasileira. Que democracia é essa? O general da reserva se pronunciou e afirmou que se o STF tivesse concedido o HC ao ex-presidente haveria uma intervenção militar no país. Lutamos tanto para que houvesse um processo democrático no Brasil, e agora presenciamos intervenção no RJ, o que nada vai resolver. Temos que escolher o melhor e o voto é a melhor arma que o povo tem. Esperamos que nesta eleição haja transformação”, pontuou.

Tratando sobre eleições, o vereador afirmou que não disputará estas eleições para deputado estadual, como pretendia. “Gostaria muito de confirmar minha candidatura para deputado estadual, mas o momento não é favorável. Em reunião com minha família, tomei a decisão de não me candidatar, pois em conversas e andanças percebi que as pessoas buscam dinheiro em troca de apoio e eu não tenho dinheiro para constituir estes acordos”, justificou.

Publicidade

Compartilhe e Comente

Redes sociais do JGB

Publicidade

Faça uma doação ao JGB

Perfil do Autor

Redação
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]