Ex-governador Jaques Wagner participa de ato em defesa de ‘Lula livre e eleições democráticas’; “matriz do Golpe Jurídico-Parlamentar é o desprezo pela democracia”, diz; confira vídeo

Jaques Wagner: matriz do Golpe Jurídico-Parlamentar é o desprezo pela democracia.
Jaques Wagner: matriz do Golpe Jurídico-Parlamentar é o desprezo pela democracia.
Jaques Wagner: matriz do Golpe Jurídico-Parlamentar é o desprezo pela democracia.
Jaques Wagner: matriz do Golpe Jurídico-Parlamentar é o desprezo pela democracia.

Nesta quarta-feira (11/04/2018), em Curitiba, durante pronunciamento no acampamento da resistência democrática em favor de Lula Livre, o ex-governador da Bahia Jaques Wagner criticou o ataque à democracia, ensimesmado com o Golpe Jurídico-Parlamentar de 2016, que usurpou o mandato popular da presidente Dilma Rousseff e prossegue com a interdição de Luiz Inácio Lula da Silva, líder trabalhista, mártir da causa trabalhista e ex-presidente da República.

Confira vídeo

 

Sobre Carlos Augusto 9458 Artigos
Carlos Augusto é Mestre em Ciências Sociais, na área de concentração da cultura, desigualdades e desenvolvimento, através do Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais (PPGCS), da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB); Bacharel em Comunicação Social com Habilitação em Jornalismo pela Faculdade de Ensino Superior da Cidade de Feira de Santana (FAESF/UNEF) e Ex-aluno Especial do Programa de Doutorado em Sociologia da Universidade Federal da Bahia (UFBA). Atua como jornalista e cientista social, é filiado à Federação Internacional de Jornalistas (FIJ, Reg. Nº 14.405), Federação Nacional de Jornalistas (FENAJ, Reg. Nº 4.518) e a Associação Bahiana de Imprensa (ABI Bahia), dirige e edita o Jornal Grande Bahia (JGB).