Ataques ao ministro do STF Gilmar Mendes evidenciam como setores da elite e da classe média apresentam comportamento fascista e deseducado; confira vídeo

Ministro Gilmar Mendes é vítima da intolerância e do comportamento fascista que expressa parte da elite e da classe média brasileira, que, por conseguinte, revela o nível de deseducação e ignorância política que subjaz nestes segmentos sociais.

Ministro Gilmar Mendes é vítima da intolerância e do comportamento fascista que expressa parte da elite e da classe média brasileira, que, por conseguinte, revela o nível de deseducação e ignorância política que subjaz nestes segmentos sociais.

Mais um vídeo circula na internet com registro de possível ataque verbal ao ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Gilmar Mendes. No vídeo, encaminhado ao Jornal Grande Bahia (JGB), passageiros de uma aeronave admoestam publicamente o ministro do STF. Mas, o que se pode verificar, na prática, é um abjeto comportamento, circunscrito a setores da elite e da classe média pouco esclarecida, adepta do pensamento conservador e reacionário, que apela para atitudes fascistas e se compraz em constranger as pessoas em lugares públicos.

A classe média e a elite que ataca o ministro da corte de justiça tem perfil similar aos membros da sociedade que foram às ruas protestar, em 13 de março de 2016, contra a presidente da República Dilma Rousseff (PT/RS). Em evidente traço de desinteligência, vestiam a camisa da seleção brasileira, como se a mesma representasse a ideia de pátria.

Invariavelmente, pessoas que adotam comportamento abjeto, conformam um público que vota em políticos despóticos e autoritários à exemplo do deputado Jair Bolsonaro, tem ódio dos negros e pobres, e sentem falta da empregada doméstica. Representam, em síntese, o anacronismo social, a falta de percepção humanitária, negando, inclusive, os ensinamentos do Papa Francisco, líder da Igreja Católica que prega a concórdia e a harmonia entre pessoas e povos.

Confira vídeo

Compartilhe e Comente

Redes sociais do JGB

Publicidade

Faça uma doação ao JGB

Perfil do Autor

Carlos Augusto
Carlos Augusto é Mestre em Ciências Sociais, na área de concentração da cultura, desigualdades e desenvolvimento, através do Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais (PPGCS), da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB); Bacharel em Comunicação Social com Habilitação em Jornalismo pela Faculdade de Ensino Superior da Cidade de Feira de Santana (FAESF/UNEF) e Aluno Especial do Programa de Doutorado em Sociologia da Universidade Federal da Bahia (UFBA). Atua como jornalista e cientista social, é filiado à Federação Internacional de Jornalistas (FIJ, Reg. Nº 14.405), Federação Nacional de Jornalistas (FENAJ, Reg. Nº 4.518), Sindicato dos Jornalistas Profissionais no Estado da Bahia (SINJORBA), Associação Brasileira de Imprensa (ABI Nacional, Matrícula nº E-002907) e Associação Bahiana de Imprensa (ABI Bahia), dirige e edita o Jornal Grande Bahia (JGB).