Sobre pré-candidatura à presidente da República, jornalista Reinaldo Azevedo diz que deputado “Rodrigo Maia sonha alto”

Candidatura de Rodrigo Maia à presidente da República é vista como uma distopia do parlamentar.
Candidatura de Rodrigo Maia à presidente da República é vista como uma distopia do parlamentar.
Candidatura de Rodrigo Maia à presidente da República é vista como uma distopia do parlamentar.
Candidatura de Rodrigo Maia à presidente da República é vista como uma distopia do parlamentar.

Cáustico e iconoclasta, o jornalista Reinaldo Azevedo qualificou a decisão do presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM/RJ), em concorrer à presidência da República, em 2018, como sonho.

“Na convenção do DEM, na quinta-feira (08/03/2018), será lançado [Rodrigo Maia] pré-candidato à Presidência. Como ele mesmo já admitiu várias vezes, não tem votos para isso. É um esforço para ganhar musculatura no mercado das composições… Não vejo como ele próprio possa levar a postulação a sério. De toda sorte, não se tem soma zero”, diz Reinaldo Azevedo.

Papai descrente

O pai do deputado, ex-prefeito do Rio de Janeiro Cesar Maia, observa, também, com descrença a pretensão do demista.

Em entrevista ao jornal “Valor” publicada na sexta-feira (02), Cesar Maia questionou quais seriam os motivos para o filho “abrir mão dessa situação (presidência da Câmara) que ele conquistou”. “Ele tem que ser candidato a deputado federal. Tem que se eleger bem. E tem que ser candidato a presidente da Câmara”.

O jornal O Globo registou no sábado (03) que “Rodrigo, por sua vez, preferiu agir como um bom menino”.

“É declaração de pai, uma preocupação com um movimento que é, de fato, muito grande, de um partido que nunca disputou a Presidência da República desde 1989 — disse o presidente da Câmara, em visita à Barra Mansa, no Sul do estado, onde participou de uma reunião sobre Segurança Pública organizada pelo Observatório Legislativo de Intervenção Federal”, afirmou.

Banner do JGB: Campanha ‘Siga a página do Jornal Grande Bahia no Google Notícias’.
Sobre Carlos Augusto 9610 Artigos
Carlos Augusto é Mestre em Ciências Sociais, na área de concentração da cultura, desigualdades e desenvolvimento, através do Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais (PPGCS), da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB); Bacharel em Comunicação Social com Habilitação em Jornalismo pela Faculdade de Ensino Superior da Cidade de Feira de Santana (FAESF/UNEF) e Ex-aluno Especial do Programa de Doutorado em Sociologia da Universidade Federal da Bahia (UFBA). Atua como jornalista e cientista social, é filiado à Federação Internacional de Jornalistas (FIJ, Reg. Nº 14.405), Federação Nacional de Jornalistas (FENAJ, Reg. Nº 4.518) e a Associação Bahiana de Imprensa (ABI Bahia), dirige e edita o Jornal Grande Bahia (JGB).