Salvador: homicida preso confessa assassinato em conversa no WhatsApp

Isaque Souza Soares, preso pela 17ª CIPM, confessa assassinato através de conversa no aplicativo WhatsApp.
Isaque Souza Soares, preso pela 17ª CIPM, confessa assassinato através de conversa no aplicativo WhatsApp.
Isaque Souza Soares, preso pela 17ª CIPM, confessa assassinato através de conversa no aplicativo WhatsApp.
Isaque Souza Soares, preso pela 17ª CIPM, confessa assassinato através de conversa no aplicativo WhatsApp.

O homicida Isaque Souza Soares, 22 anos, que possui passagem por roubo, foi capturado, na tarde de quinta-feira (15/03/2018), por equipes da 17ª Companhia Independente da Polícia Militar (CIPM/Uruguai). No celular apreendido com o criminoso ele confessa a morte de um rival do tráfico, através de conversa no aplicativo WhatsApp.

Equipes do Pelotão Especial Tático Ostensivo (Peto) faziam rondas, na região, quando decidiram abordar um motociclista, na Rua Silvino Pereira, em Salvador. Isaque, que dirigia o veículo, não obedeceu a determinação de parada, tentou fugir, mas foi interceptado.

No celular do criminoso, que estava sem os documentos da moto e a Carteira Nacional de Habilitação (CNH), foi localizada uma conversa entre ele e um comparsa de apelido ‘Jajai’. Em um dos trechos ele diz que matou o rival para ficar ‘suave’. A vítima a quem ele se refere foi morta semana passada, na Baixa do Fiscal.

“Isaque, além da passagem por roubo e autor, pelo menos, deste homicídio, é integrante de uma quadrilha de traficantes. Vamos intensificar para chegarmos nos outros comparsas”, contou o comandante da 17ª CIPM, major Everton Monteiro.

O criminoso foi apresentado no Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), na Pituba.

*Com informações da Secretaria da Segurança Pública da Bahia.

Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 109822 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]