Programação do Mês da mulher em Feira de Santana encerra com orientações sobre câncer de mama e colo de útero

Banner do JGB: Campanha ‘Siga a página do Jornal Grande Bahia no Google Notícias’.
Samuel Fonseca: a mulher também corre risco quando não tem filho ou tem uma gravidez tardia, quando usa anticoncepcional ou doses altas de reposição hormonal.
Samuel Fonseca: a mulher também corre risco quando não tem filho ou tem uma gravidez tardia, quando usa anticoncepcional ou doses altas de reposição hormonal.
Samuel Fonseca: a mulher também corre risco quando não tem filho ou tem uma gravidez tardia, quando usa anticoncepcional ou doses altas de reposição hormonal.
Samuel Fonseca: a mulher também corre risco quando não tem filho ou tem uma gravidez tardia, quando usa anticoncepcional ou doses altas de reposição hormonal.

Os fatores de risco de câncer de mama e colo de útero foi tema do encerramento de palestras referente a programação do Mês da Mulher, na Secretaria Municipal de Saúde de Feira de Santana. O evento aconteceu nesta segunda-feira (19/03/2018), no auditório Dr. João Batista Cerqueira, contou com a palestra do oncologista Samuel Fonseca.

Durante o evento, os profissionais de saúde foram alertados que a menarca precoce e menopausa tardia são fatores de risco para o desenvolvimento da doença. Segundo o oncologista, isto é decorrente do tempo de contato que a mulher tem com o estrogênio.

“Além disso, a mulher também corre risco quando não tem filho ou tem uma gravidez tardia, quando usa anticoncepcional ou doses altas de reposição hormonal, se possuir histórico familiar de câncer e consumir álcool”, informa Samuel Fonseca, ressaltando que “não fumar, não beber álcool, praticar exercícios físicos e se proteger do sol reduz em 50% o risco de qualquer tipo de câncer”.

Mesmo sendo minoria, os homens também correm o risco de desenvolver câncer de mama. O oncologista relata que na Unacon há cinco homens em tratamento. “Isso representa 1% dos casos, já é um motivo para ficarmos atentos”, afirma.

Finalizando a capacitação, o radialista e também terapeuta, mestre em Reiki e outras terapias holísticas, Ney Silva, abordou sobre sobre os benefícios e reconhecimento das terapias holísticas pelo Ministério da Saúde. Há 16 anos na área, Ney relata que as terapias têm resultados.

“Elas têm resultados práticos. Pois antes de chegar no corpo físico, as doenças dão início no corpo espiritual, se projetam na mente, refletem nas emoções e por fim se instala no corpo físico”, afirma completando que “com isso, as terapias holísticas vem para organizar essas energias”, relata o terapeuta.

Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 113876 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]