Feira de Santana: Agentes de saúde são os primeiros a perceber casos de violência doméstica, diz major Denice Santiago

Banner do JGB: Campanha ‘Siga a página do Jornal Grande Bahia no Google Notícias’.
Denice Santiago: só no ano de 2017 foram notificados 40 casos de feminicídio no estado.
Denice Santiago: só no ano de 2017 foram notificados 40 casos de feminicídio no estado.
Denice Santiago: só no ano de 2017 foram notificados 40 casos de feminicídio no estado.
Denice Santiago: só no ano de 2017 foram notificados 40 casos de feminicídio no estado.

“Até a mulher ir à delegacia fazer uma denúncia, ela já foi violentada cerca de sete vezes anteriormente”. A afirmação é da major da Polícia Militar, Denice Santiago. Ela foi a palestrante do evento de abertura da programação do Mês da Mulher da Secretaria Municipal de Saúde de Feira de Santana, na manhã desta quarta-feira (28/02/2018).

Com o tema ‘Violência contra a Mulher’, a idealizadora da Ronda Maria da Penha na Bahia retificou, em sua palestra, a importância do trabalho conjunto que tem sido feito entre a Polícia Militar e os agentes comunitários de saúde.

“Na maioria das vezes a mulher não vai a DEAM, mas comparece ao posto de saúde, daí a importância de estarmos interagindo com outros elementos da rede. Os profissionais de saúde, principalmente os agentes comunitários são os primeiros a perceber o abuso infantil e a violência doméstica, por estarem mais próximos a essas pessoas”, ressalta.

Segundo a major, os atos de violência não se sobrepõem. Geralmente começam com um grito, um xingamento, até chegar a um ponto, por exemplo, do feminicídio. “Só no ano de 2017 foram notificados 40 casos de feminicídio no estado. A gente precisa diminuir esse número”, relata.

Número de medidas preventivas aumentou desde implantação da Ronda Maria da Penha

Em Feira de Santana, o trabalho é comandado pela tenente Edlene Anjos, na base comunitária do George Américo. Segundo a tenente, desde quando foi implantada a Ronda Maria da Penha na cidade o número de medidas preventivas aumentou. “Isso nos faz perceber que estamos conseguindo chegar até essas mulheres que são agredidas fisicamente e psicologicamente”, afirma.

Homens também devem participar das atividades alusivas ao Mês da Mulher

A secretária de Saúde, Denise Lima Mascarenhas, evidenciou as ações que serão realizadas nas unidades de saúde do município. “Durante todo o mês estarão sendo feitas atividades paralelas e ações voltadas para a mulher. É importante neste momento que os homens também participem, pois todo homem tem uma mulher em sua vida, seja mãe, filha ou namorada, e pode contribuir para o crescimento deste trabalho”, ressalta a secretária.

Jogo do Espelho

Após as palestras, foi realizado um jogo pela Policia Militar denominado ‘Jogo do Espelho’, cujo nome leva a mulher se enxergar diante de inúmeras situações de violência que acabam sendo tratadas como atitudes normais por algumas pessoas.

Banner do Governo da Bahia: Campanha 'Aqui é trabalho', veiculada nesta sexta-feira (04/11/2021).
Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 114832 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]