Escolas da rede estadual da Bahia realizam etapa preparatória para a III Conferência Estadual Infantojuvenil pelo Meio Ambiente

Estudantes da rede estadual de ensino participam da III Conferência Estadual Infantojuvenil pelo Meio Ambiente.
Estudantes da rede estadual de ensino participam da III Conferência Estadual Infantojuvenil pelo Meio Ambiente.
Estudantes da rede estadual de ensino participam da III Conferência Estadual Infantojuvenil pelo Meio Ambiente.
Estudantes da rede estadual de ensino participam da III Conferência Estadual Infantojuvenil pelo Meio Ambiente.

Os estudantes das escolas estaduais já estão envolvidos em diferentes atividades que marcam a realização da etapa escolar da ‘III Conferência Estadual Infanto-juvenil pelo Meio Ambiente – As escolas da Bahia cuidando das águas’, que será realizada de 7 a 9 de maio de 2018, em Salvador. No Colégio Estadual Pinto de Aguiar, no Bairro de Mussurunga, por exemplo, a comunidade escolar está participando de debates, reflexões socioambientais e intervenções socioambientais, dentro e fora da escola, relacionadas por exemplo à revitalização do Rio do Baixinho, como é popularmente chamado o curso de água que passa próximo ao colégio.

Mais dois projetos estão sendo desenvolvidos pelos estudantes do Pinto de Aguiar, abordando o tema água. Um trata do aproveitamento da água da chuva, para o reuso na horta que está sendo plantada na escola, para uso pela comunidade e, sobretudo, no laboratório de pesquisas na área de Ciências. O outro projeto é sobre o descarte da água voltado ao saneamento básico.

Caíque Gonçalves, Kennedy dos Santos e Edson Vieira, todos com 13 anos e cursando a 7º ano, estão empenhados em levar para a conferência um trabalho que promova transformações no ambiente escolar e que reflita na comunidade externa. “Estamos reciclando garrafas PET e colocando-as em cima do telhado da escola para aparar a água da chuva, que será transportada por meio de um encanamento e baldes. Ela será reutilizada para molhar a nossa horta e nas descargas sanitárias”, conta Caíque. O colega Keneddy completa: “É aparentemente simples a ação, mas é muito importante para a preservação da água no planeta. Em casa, eu já aparo a água da chuva em bacias com um pano fino para filtrar as impurezas e está água é reaproveitada em várias situações, como a limpeza da casa”. Edson também dá a sua opinião: “A gente tem que cuidar da água porque há uma escassez desse líquido preciso no mundo”.

O professor de Geografia, Ricardo Borges, fala sobre o engajamento da comunidade escolar na construção da Conferência Infanto-juvenil da escola. “Estamos bem envolvidos na construção da nossa conferência, que vai acontecer no dia 28 de março, por meio de debates em sala de aula e pesquisas. Iremos realizar a primeira reunião do Comitê Científico, que irá levantar o nome dos estudantes que tenham o melhor perfil para representar os projetos da nossa escola”, relata.

Estímulo à pesquisa

O coordenador de Educação Ambiental e Saúde da Secretaria da Educação do Estado, Fábio Barbosa, destaca que durante esta fase de conferências escolares, até 31 de maio, os professores devem estimular a pesquisa sobre a temática água, suas potencialidades, problemas visualizados no município, no território, na comunidade, levando-se em conta os múltiplos aspectos da água. “A preparação de projetos escolares relativos à temática proposta vai culminar na elaboração de ações que serão apresentadas durante as conferências escolares, e, nessa etapa, as unidades devem escolher um (a) delegado (a) e um (a) suplente, entre 11 e 14 anos, para participar da Conferência Municipal, caso ocorra, e da Conferência Regional, que acontece no dia 23 de abril, e a Conferência Estadual, entre 7 e 9 de maio”, detalha o gestor.

Fábio Barbosa chama a atenção para que cada escola responda ao questionário disponível no link: https://goo.gl/forms/RGaGfaDybqioTZfv1 para que a Secretaria da Educação possa acompanhar a realização das conferência nas escolas. Mais informações sobre a Conferência Infanto-juvenil no Portal da Educação (www.educacao.ba.gov.br).

Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 115092 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br.