Em Salvador, governador Rui Costa inaugura Escola de Saúde Pública da Bahia

Sede da Escola de Saúde Pública da Bahia.
Sede da Escola de Saúde Pública da Bahia.
Governador Rui Costa inaugura escola com a finalidade de qualificar servidores públicos estaduais e municipais e trabalhadores de saúde que compõem o quadro da Secretaria de Saúde do Estado.
Governador Rui Costa inaugura escola com a finalidade de qualificar servidores públicos estaduais e municipais e trabalhadores de saúde que compõem o quadro da Secretaria de Saúde do Estado.
Sede da Escola de Saúde Pública da Bahia.
Sede da Escola de Saúde Pública da Bahia.

Com a proposta de qualificar servidores públicos estaduais e municipais e trabalhadores de saúde que compõem o quadro da Secretaria de Saúde do Estado (Sesab), o governador Rui Costa inaugurou, na manhã desta quinta-feira (01/03/2018), a Escola de Saúde Pública da Bahia (ESPBA) Professor Jorge Novis. Com investimento de cerca de R$ 8 milhões, entre obras e equipamentos, o novo espaço, construído no Centro de Atenção à Saúde (CAS), na região do Iguatemi, em Salvador, irá ampliar a articulação entre os diversos níveis de formação de ensino.

“Aqui é um espaço para formar pessoas e produzir conteúdo que possa ser utilizado não só na rede de saúde, mas nas escolas do Estado que possuem cursos técnicos na área. Já estamos realizando a ampliação de estruturas físicas em todas as regiões da Bahia, mas acredito que a formação é o principal elemento para a estruturação da saúde. A minha expectativa, portanto, é que a Escola de Saúde sirva para melhorar as condições de trabalho e contribua para a formação dos nossos profissionais”, destacou o governador, revelando que a unidade também vai formar profissionais municipais. “O equipamento abrange a formação de secretários e de equipes municipais de saúde”, garantiu.

A nova sede irá aperfeiçoar os conteúdos que eram implementadas nas escolas estaduais de Formação Técnica em Saúde (EFTS) e de Saúde Pública (EESP), que foram unificadas para a criação da nova unidade. Somadas, as antigas escolas capacitaram mais de 135 mil profissionais e residentes, além de ter intermediado 70 mil estágios obrigatórios na área de saúde.

De acordo com o titular da Sesab, Fábio Vilas-Boas, esse é um momento histórico. “Estamos inaugurando um dos mais modernos prédios de educação em saúde pública do País. Com a fusão dessas duas escolas estaduais, estamos criando uma verdadeira universidade corporativa do SUS, que irá alavancar o ensino e a capacitação profissional, para servir à população baiana”.

Estrutura e atuação

A ESPBA conta com auditório, biblioteca, sala de leitura, espaço para atividades letivas, laboratório de informática, núcleo de ensino a distância, salas de reunião, laboratórios de odontologia, enfermagem e biodiagnóstico, além dos setores administrativos. O espaço irá buscar parcerias com universidades e escolas técnicas, com o objetivo de formar profissionais, considerando as especificidades epidemiológicas regionais e implementação do SUS na Bahia.

O secretário Fábio Vilas-Boas explicou que na unidade serão desenvolvidos cursos de profissionalização e de pós-graduação. “Além disso, aqui é o cérebro que coordena toda a formação em Saúde na Bahia, no âmbito do Governo do Estado. Onde serão coordenados os estágios, programas de residência. A ESPBA reúne toda a parte de gerenciamento, estruturação e acompanhamento da área de ensino do SUS”, afirmou.

A escola tem como principais objetivos a organização e o financiamento das Residências Médicas e Multiprofissionais, dos programas de estágio não obrigatórios Mais Futuro e Partiu Estágio, regulação de estágios obrigatórios, produção de conteúdos e tecnologias educacionais utilizados por mais de 17 mil usuários em 65 espaços de interação no ambiente virtual EADSUS-Bahia, produção e disseminação de conhecimento, articulação e participação no Comitê de Ética em Pesquisa da Sesab e publicação de produção científica.

Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 110945 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]