Durante caminhada realizada em Feira de Santana, mulheres lembram condenação de assassino da estudante Iara

Caminhada pelo Dia Internacional da Mulher, realizada em Feira de Santana.
Caminhada pelo Dia Internacional da Mulher, realizada em Feira de Santana.
Caminhada pelo Dia Internacional da Mulher, realizada em Feira de Santana.
Caminhada pelo Dia Internacional da Mulher, realizada em Feira de Santana.

A condenação do réu João Cléber Santos Leal pelo assassinato da companheira dele, a estudante Iara Lima Alves, 17 anos, crime ocorrido em 2013, foi lembrada na caminhada pelo Dia Internacional da Mulher, no centro de Feira de Santana, na manhã desta quinta-feira (08/03/2018).

O criminoso pegou uma sentença de 15 anos e 6 meses de prisão. João Cleber foi a júri popular na terça-feira, no Fórum Desembargador Filinto Bastos, nesta cidade, quase cinco anos depois do assassinato.

A vítima do feminicídio foi espancada pelo ex-companheiro, recebeu dois tiros e teve parte do corpo queimada, conforme está descrito nos autos.

Várias entidades que atuam na defesa de direitos femininos estiveram representadas na caminhada, que percorreu trecho do centro da cidade, entre a Prefeitura e a Câmara de Municipal. A exemplo do Conselho Municipal de Defesa dos Direitos da Mulher de Feira de Santana e o Conselho da Mulher e o Coletivo de Mulheres.

Mãe da vítima lutou muito para sensibilizar a sociedade

A luta da mãe de Iara, Marlene Lima Alves, com apoio do Conselho Municipal de Defesa dos Direitos da Mulher, mobilizou a sociedade por justiça.

“A sentença só saiu após a mãe da jovem assassinada ter percorrido um longo caminho em busca de justiça. E por isso o Conselho Municipal de Defesa dos Direitos da Mulher de Feira de Santana comemora a decisão”, diz Jaciane Silva, secretária executiva da entidade. Ela considera o resultado da causa uma grande vitória em favor das mulheres vítimas de violência doméstica.

Homens devem participar da luta das mulheres

Na avaliação da secretária executiva do Conselho Municipal de Defesa dos Direitos da Mulher, Jaciane Silva, a justiça prevaleceu na luta para combater o feminicídio – ao condenar o assassino da jovem estudante Iara Lima Alves. “Temos a sensação de justiça e de dever cumprido”. Ela defende que os homens também devem lutar por uma sociedade mais justa e igualitária na defesa dos direitos das mulheres.

Redação do Jornal Grande Bahia
Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 108687 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]