Alemanha detém Carles Puigdemont, líder separatista catalão

Depois de ser demitido, Carles Puigdemont rejeita intervenção de Madri e pede que população se oponha. Executivo espanhol assumiu controle da Catalunha após declaração de independência da região.
Depois de ser demitido, Carles Puigdemont rejeita intervenção de Madri e pede que população se oponha. Executivo espanhol assumiu controle da Catalunha após declaração de independência da região.

Carles Puigdemont, principal nome do movimento independentista da Catalunha, é detido na fronteira com a Dinamarca pela polícia alemã, quando tentava atravessar o país de carro até a Bélgica.

A polícia alemã deteve na manhã deste domingo (25/03/2018) o ex-chefe de governo da Catalunha Carles Puigdemont, foragido da Justiça espanhola, quando ele tentava atravessar de carro a fronteira a partir da Dinamarca.

O líder do movimento separatista catalão foi detido pela polícia numa autoestrada no estado de Schleswig-Holstein. Ele havia partido da Finlândia e tentava atravessar a Alemanha por terra até a fronteira com a Bélgica.

O motivo da prisão é uma ordem europeia emitida pela Justiça espanhola contra Puigdemont. Ele é processado em seu país pelos crimes de rebelião e desvio de fundos públicos em relação ao processo de independência iniciado na Catalunha em 2017.

Puigdemont deixou a Espanha para um autoexílio na Bélgica no ano passado, pouco depois de o Parlamento catalão fazer uma declaração simbólica de independência da Espanha.

Desde a última quinta-feira, estava na Finlândia, onde se encontraria com parlamentares. Mas, diante da possível prisão pelas autoridades finlandesas, que agiam com um mandado internacional emitido pela Espanha, ele decidiu voltar à Bélgica.

Na sexta, o juiz espanhol Pablo Llarena, da Suprema Corte, determinou que 25 políticos separatistas, incluindo Puigdemont, enfrentariam julgamentos por rebelião, apropriação indevida de fundos e sedição.

Se retornar à Espanha, Puigdemont pode enfrentar até 25 anos de prisão. As autoridades alemãs ainda não anunciaram o que vão fazer com o político catalão.

*Com informações do DW.

Banner do JGB: Campanha ‘Siga a página do Jornal Grande Bahia no Google Notícias’.
Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 120852 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br.