Vereador Cadmiel Pereira relata promessas não cumprida de Rui Costa em Feira de Santana

Cadmiel Pereira: o Programa tem mais de 94 páginas de mentira, de factoide.Cadmiel Pereira: o Programa tem mais de 94 páginas de mentira, de factoide.


No uso da tribuna, na sessão ordinária desta quarta-feira (21/02/2018), na Casa Legislativa de Feira de Santana, o vereador Cadmiel Pereira (PSC) distribuiu cópias do Programa de Governo Participativo do governador Rui Costa quando disputava as eleições para o Governo do Estado da Bahia. Na oportunidade, o edil listou as promessas não cumpridas do governador.

“O Programa tem mais de 94 páginas de mentira, de factoide. Nele tinha a construção de novos hospitais, a exemplo do novo hospital Regional de Feira de Santana; expandir e qualificar o atendimento de urgência e emergência ampliando a cobertura do SAMU para 100% da população baiana; permitir a integração com a ligação ferroviária Belo Horizonte/ Feira de Santana/ Porto de Aratu e, através de polos logísticos, com o sistema rodoviário; o início de operação do novo aeroporto de Feira de Santana e sua requalificação para carga, além de passageiros e mais”, pontuou Cadmiel.

O edil continuou os relatos fazendo a leitura de trechos de matérias publicadas em blogs e sites baianos que apontam promessas do governador Rui Costa para Feira de Santana. “No blog Bahia Já, na matéria intitulada ‘Eleições 2014: Rui Costa afirma que PGP tem a cara da Bahia’, o governador garante a construção de um novo hospital geral e o fortalecimento do Centro Industrial de Feira, afirmando que nossa cidade será o maior polo logístico no Nordeste e disse mais que o projeto para o aeroporto de carga estava pronto”, relatou.

E continuou. “No site Jornal Grande Bahia, em um evento em Feira de Santana, na presença de 3,5 mil pessoas, ele voltou a garantir a construção do novo hospital Regional da cidade. Porém, após tantas promessas dessa construção, a Sesab afirmou em entrevista que não há necessidade de se construir uma nova unidade hospitalar em Feira. Com isso podemos perceber que o governador fez muito promessa e pouca execução. Feira tem mais de 200 mil pessoas negativadas no Serasa; vemos que não há investimentos na indústria e na economia”, disse Cadmiel.

O edil lamenta mais a ausência de secretários estaduais em Feira de Santana. “Os secretários de Estado não vêm à Feira de Santana. Vão à Vitória da Conquista, Barreiras, Juazeiro, mas passam direito por aqui. Eles não conhecem nossa cidade e por tanto não investem”, avaliou.

Em aparte, o vereador Luiz Augusto de Jesus (Lulinha), reforçou a falta de investimentos no SAMU. “Feira de Santana não teve ajuda para o SAMU. Disseram que Rui foi o governador que mais cumpriu promessas de campanha. Onde fizeram essa pesquisa? Vejo vários compromissos assumidos por ele e não cumpridos”, observou.

Também em aparte, o edil Marcos Lima (PRP) reforçou a informação de que os secretários estaduais não vêm à Feira de Santana. “Eu até sugerir que eles fizessem algumas visitas, mas não vêm. Porém, tenho certeza que eles viram junto com o governador pedir votos para a eleição. Eles só aparecem aqui de quatro em quatro anos”, afirmou.

Para finalizar, a vereadora Aldney Bastos (Neinha, PTB) disse que o assunto abordado pelos colegas é pertinente e que é muito criticada quando trata da saúde de Feira de Santana. “As pessoas têm uma forma de pensar diferente sobre a saúde. Digo que Feira precisa de um hospital geral que tenha UTI porque as pessoas estão morrendo nas policlínicas. O secretário estadual de Saúde vem aqui de forma rápida, olha o puxadinho e vai embora. Feira tem que ficar feliz e satisfeita com puxadinho? Precisamos de um hospital de urgência do nível do Hospital do Subúrbio”, findou.

Compartilhe e Comente

Redes sociais do JGB

Faça uma doação ao JGB

About the Author

Redação do Jornal Grande Bahia
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]