Senador Otto Alencar protesta contra corte de verbas do Governo Temer para a Bahia; parlamentar diz que políticos do MDB, PSDB e DEM trabalham contra o povo baiano

Senador Otto Alencar denuncia ação persecutória do Governo Temer e de políticos do MDB, PSDB e DEM.
Senador Otto Alencar denuncia ação persecutória do Governo Temer e de políticos do MDB, PSDB e DEM.
Senador Otto Alencar denuncia ação persecutória do Governo Temer e de políticos do MDB, PSDB e DEM.
Senador Otto Alencar denuncia ação persecutória do Governo Temer e de políticos do MDB, PSDB e DEM.

O senador Otto Alencar (PSD-BA) protestou nesta quarta-feira (21/02/2018) em Plenário das perdas que o estado da Bahia teve com o remanejamento orçamentário feito pela União. Ele afirmou que R$ 180 milhões em verbas deixaram de ser enviadas ao estado.

De acordo com Otto, as ações mais prejudicadas com o corte de recursos foram a compra de equipamentos para policlínicas de saúde, reestruturação dos hospitais universitários, compra de veículos para transporte escolar, apoio às instituições federais de ensino superior e à segurança pública.

O senador criticou o que chamou de “cortesia” do governo para resolver a segurança pública no Rio de Janeiro, enquanto as verbas para a Bahia são cortadas. Otto Alencar ainda sublinhou que somente estão sendo liberadas as emendas dos parlamentares que votaram a favor de Temer, derrubando as duas denúncias da Procuradoria-Geral da República contra o presidente, por corrupção e organização criminosa e obstrução da justiça.

— Presidente Michel Temer, não persiga os baianos, não. Basta o que o senhor já tem feito de ruim para o nosso país, para o Brasil. Basta a mácula de ter sido o presidente denunciado duas vezes pelo MP — afirmou Otto Alencar.

Confira vídeo

Carlos Augusto
Sobre Carlos Augusto 9297 Artigos
Carlos Augusto é Mestre em Ciências Sociais, na área de concentração da cultura, desigualdades e desenvolvimento, através do Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais (PPGCS), da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB); Bacharel em Comunicação Social com Habilitação em Jornalismo pela Faculdade de Ensino Superior da Cidade de Feira de Santana (FAESF/UNEF) e Ex-aluno Especial do Programa de Doutorado em Sociologia da Universidade Federal da Bahia (UFBA). Atua como jornalista e cientista social, é filiado à Federação Internacional de Jornalistas (FIJ, Reg. Nº 14.405), Federação Nacional de Jornalistas (FENAJ, Reg. Nº 4.518) e a Associação Bahiana de Imprensa (ABI Bahia), dirige e edita o Jornal Grande Bahia (JGB).