Projeto ‘Quatro X Quatro – Teatro da Princesa do Sertão’ beneficia quatro grupos de Feira de Santana

Publicidade

Banner da Gujão: Campanha com o tema ‘Tudo fresquinho é melhor’, veiculada em 3 de junho de 2022.
Cena do espetáculo Encarceradas, do Grupo Recorte de Teatro.
Cena do espetáculo Encarceradas, do Grupo Recorte de Teatro.
Cena do espetáculo Encarceradas, do Grupo Recorte de Teatro.
Cena do espetáculo Encarceradas, do Grupo Recorte de Teatro.

O Projeto ‘Quatro X Quatro – Teatro da Princesa do Sertão’, premiado através dos Editais Setoriais 2016 e Suplentes da Secretaria de Cultura da Bahia (SecultBA) irá beneficiar quatro grupos de teatro de Feira de Santana que vem comungando dos mesmos ideais e valores relacionados à cultura, ética, relações de trabalho e de aproximação com a sociedade.

O Projeto pretende desenvolver o teatro produzido no interior, requalificando e beneficiando os quatro grupos: A Cia. Cuca de Teatro, que em 2018 celebra 20 anos de trabalho voltados à Infância e Juventude, o Grupo Conto em Cena, o Grupo Cordel de Teatro e o Grupo Recorte de Teatro, atendendo a todos os públicos, desde a criança ao adulto.

O Projeto irá permitir a realização de Oficinas de formação e requalificação artística para circulação dos espetáculos ‘A Peleja de Maria Bonitinha’, ‘Os Fogatas’, ‘Matraga’, ‘Amor em Luiz’, ‘Encarceradas’ e ‘A Estrela do Menino Rei’, que serão apresentados nas cidades de Salvador, Santo Amaro e Coração de Maria.

A notícia foi muito bem recebida pelos diretores e representantes dos Grupos. “A oportunidade de poder requalificar, difundir, fortalecer, desenvolver e dar um novo ânimo para os artistas que compõem os quatro grupos que se unem em prol do teatro no interior baiano é o grande mérito desse Projeto”, diz Henrique Motté, Diretor de produção da Cia. Cuca de Teatro.

“Todos nós que escolhemos trilhar o caminho do teatro somos conhecedores das dificuldades que todo grupo tem de circular com os seus espetáculos, o apoio do Fundo de Cultura é fundamental neste sentido”, complementa Fernando Souza, Diretor do Grupo Recorte de Teatro.

Já Geovane Mascarenhas, Diretor artístico da Cia. Cuca de Teatro, do Grupo Conto em Cena e do Grupo Cordel de Teatro considera que o Projeto é uma grande oportunidade que os quatro grupos têm de ocuparem os espaços cênicos do Estado e assim serem conhecidos e reconhecidos enquanto promotores e difusores da produção teatral que vêm sendo produzida no interior da Bahia.

O Projeto será dividido em quatro etapas de trabalho, sendo que a primeira e segunda (requalificação, ensaios e produção) irá ocorrer no período de fevereiro a julho e a circulação (apresentações dos espetáculos) acontecerá no segundo semestre, no período de agosto a novembro de 2018.

Na etapa de requalificação dos grupos serão realizadas oficinas de Direção musical com o Diretor, ator e músico da Cabriola Cia de Teatro de Salvador com o propósito de contribuir para o aprimoramento do trabalho musical dos grupos nos espetáculos; Oficinas de cenário, figurino e maquiagem com o renomado Diretor Rino Carvalho que realizará um consultoria com os grupos proporcionando uma profunda vivência artística fundamentada em sua larga experiência com o teatro na Bahia; e para finalizar a etapa de requalificação será realizada  uma oficina de Mediação Cultural com a competente e experiente Poliana Bicalho, objetivando oferecer subsídios e ferramentas que possam contribuir para o processo de mediação dos espetáculos com grupos de interesse. Todos os Ministrantes estarão disponíveis para prestar consultoria aos grupos de forma a construir juntos uma nova fase de trabalho.

Terminada a etapa de requalificação artística, será dado início a segunda etapa do Projeto com a realização dos ensaios, preparação e encontros para planejamento das ações de divulgação, visitas técnicas e produção dos espetáculos que serão apresentados nas cidades de Salvador, Santo Amaro e Coração de Maria.

As Oficinas de formação, ensaios e preparação dos espetáculos acontecerão nas salas do espaço cultural do Centro Universitário de Cultura e Arte (CUCA) com apoio da instituição que possui uma infraestrutura adequada à sua realização e reconhece a importância da qualificação dos grupos teatrais.

A terceira etapa corresponde à fase de circulação dos espetáculos que serão apresentados nos meses de setembro e outubro nas cidades de Salvador e Santo Amaro, são eles: ‘A peleja de Maria Bonitinha’ e ‘Os Fogatas’ da Cia. Cuca de Teatro, espetáculos voltados ao público infanto-juvenil e para o público jovem e adulto os espetáculos ‘Matraga’ do Grupo Conto em Cena, ‘Amor em Luiz’ do Grupo Cordel de Teatro e ‘Encarceradas’ do Grupo Recorte de Teatro.  Para os espetáculos que serão apresentados nos teatros os ingressos serão vendidos a preços populares em Salvador no valor de R$ 20,00 (inteira) e R$10,00 (Meia), e em Santo Amaro a R$ 10,00 (inteira) e R$ 5,00 (meia). As apresentações do espetáculo ‘Amor em Luiz’, espetáculo de rua do Grupo Cordel de Teatro que ocorrerão em espaços alternativos serão gratuitas para toda a comunidade.

Encerrado o período de apresentações dos espetáculos nas cidades de Salvador e Santo Amaro será realizado a culminância do Projeto na cidade de Coração de Maria no mês de novembro, com a realização de uma única apresentação gratuita do espetáculo ‘A Estrela do Menino Rei’, sendo esse o espetáculo de repertório da Cia. Cuca de Teatro que vem desde 2014 reunindo artistas de teatro e circo, além da participação de músicos e crianças, artistas mirins convidados.

A apresentação do espetáculo ‘A Estrela do Menino Rei’ acontecerá na Cidade de Coração de Maria, localizada a 40 km de Feira de Santana e tem como objetivo realizar uma grande intervenção cultural no Município, com atividades que serão realizadas através da Mediação  Cultural, antes, durante e após o espetáculo.

Um dos principais objetivos do Projeto é a troca de experiências e vivências para requalificação e crescimento dos grupos. Estes novos conhecimentos servirão também como fonte de inspiração dos processos criativos para a produção de futuros trabalhos artísticos. Os quatro grupos unidos e fortalecidos pela arte vão fazer a diferença, pois todo o conhecimento e experiências conquistadas com a caravana de artistas do Projeto ‘Quatro X Quatro – Teatro da Princesa do Sertão’ ajudarão a escrever uma nova história do teatro do interior baiano.

Agenda

Projeto: ‘Quatro X Quatro – Teatro da Princesa do Sertão’

Realização: Cia. Cuca de Teatro, Grupo Conto em Cena, Grupo Cordel de Teatro e Grupo Recorte de Teatro

Espetáculos participantes: ‘A Peleja de Maria Bonitinha’, ‘Os Fogatas’, ‘Matraga’, ‘Amor em Luiz’, ‘Encarceradas’ e ‘A Estrela do Menino Rei’

Cidades que receberão os espetáculos: Salvador, Santo Amaro e Coração de Maria

Ministrantes das oficinas: Heraldo Souza, Rino Carvalho, Poliana Bicalho

Apoio financeiro: Governo do Estado, através do Fundo de Cultura, Secretaria da Fazenda e Secretaria de Cultura da Bahia, através dos Editais Setoriais 2016 e Suplentes da SecultBA

Banner do JGB: Campanha ‘Siga a página do Jornal Grande Bahia no Google Notícias’.
Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 123344 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br.