Operação Integração: PF prende em São Paulo suspeitos de envolvimento em corrupção no Paraná

Operação Integração: PF cumpre sete mandados de prisão temporária e 50 de busca e apreensão em São Paulo, Santa Catarina, Rio de Janeiro e Paraná, na primeira etapa da Lava Jato de 2018.
Operação Integração: PF cumpre sete mandados de prisão temporária e 50 de busca e apreensão em São Paulo, Santa Catarina, Rio de Janeiro e Paraná, na primeira etapa da Lava Jato de 2018.

A Polícia Federal (PF) prendeu hoje (22/0/2018), em São Paulo, dois suspeitos de participarem de um esquema de corrupção ligado à concessão de rodovias federais no Paraná, que fazem parte do chamado Anel da Integração, uma malha de 2.493 Km de rodovias divididas em seis lotes interligados.

A princípio havia um mandado de busca e apreensão expedido para São Paulo, mas um segundo envolvido foi preso quando chegava ao Aeroporto Internacional de Guarulhos, vindo de Londrina, no Paraná.

A operação cumpre ao todo sete mandados de prisão temporária e 50 de busca e apreensão em São Paulo, Santa Catarina, Rio de Janeiro e Paraná, na primeira etapa da Lava Jato este ano.

As ordens judiciais foram autorizadas pela 13ª Vara Federal de Curitiba. As investigações detectaram o uso das estruturas de lavagem de dinheiro “reveladas na Operação Lava Jato para operacionalizar os recursos ilícitos pagos a agentes públicos, principalmente por meio dos operadores financeiros Adir Assad e Rodrigo Tacla Duran, investigados na Lava Jato”, segundo a Polícia Federal.

De acordo com informações da Superintendência da Polícia Federal em São Paulo, o preso no aeroporto já foi encaminhado para Curitiba, de avião. O segundo detido também irá para Curitiba ainda hoje. A PF não informou os nomes dos suspeitos, nem a participação deles no esquema.

Banner do JGB: Campanha ‘Siga a página do Jornal Grande Bahia no Google Notícias’.
Sobre Carlos Augusto 9605 Artigos
Carlos Augusto é Mestre em Ciências Sociais, na área de concentração da cultura, desigualdades e desenvolvimento, através do Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais (PPGCS), da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB); Bacharel em Comunicação Social com Habilitação em Jornalismo pela Faculdade de Ensino Superior da Cidade de Feira de Santana (FAESF/UNEF) e Ex-aluno Especial do Programa de Doutorado em Sociologia da Universidade Federal da Bahia (UFBA). Atua como jornalista e cientista social, é filiado à Federação Internacional de Jornalistas (FIJ, Reg. Nº 14.405), Federação Nacional de Jornalistas (FENAJ, Reg. Nº 4.518) e a Associação Bahiana de Imprensa (ABI Bahia), dirige e edita o Jornal Grande Bahia (JGB).