Noite de Choro é realizada na Varanda do SESI Rio Vermelho, em Salvador

Cartaz anuncia Segundas do Chorinho com Daniel Gomes, Ivan Sacerdote, Raul Pitanga & Convidados.
Cartaz anuncia Segundas do Chorinho com Daniel Gomes, Ivan Sacerdote, Raul Pitanga & Convidados.
Cartaz anuncia Segundas do Chorinho com Daniel Gomes, Ivan Sacerdote, Raul Pitanga & Convidados.
Cartaz anuncia Segundas do Chorinho com Daniel Gomes, Ivan Sacerdote, Raul Pitanga & Convidados.

No dia 26 de fevereiro de 2018, o Projeto Segundas do Chorinho convida os extraordinários instrumentistas Daniel Gomes Neto (acordeom), Ivan Sacerdote (clarinete) e Raul Pitanga (percuteria), para uma bela Noite dos Chorões & convidados, onde juntos interpretam clássicos do chorinho e da música popular brasileira, assim como vários outros músicos que sobem espontaneamente ao palco no formato ‘Roda de Choro’.

Tendo completado 6 anos de vida, o Segundas do Chorinho tem data, hora e local fixos. Acontece em todas as segundas-feiras de 2018, a partir das 20 horas, na Varanda do SESI Rio Vermelho, em Salvador, quando apresenta grupos e artistas que trabalhem com a genuína música brasileira, o Choro.  Uma verdadeira ‘vitrine do choro na Bahia’, com vários grupos convidados, tendo o formato de um a cada semana, uma parceria Hessel Produções, WA Produções, Comida de Varanda e Teatro SESI Rio Vermelho/FIEB.

Choro

Popularmente chamado de chorinho, é um gênero de música popular e instrumental brasileira, que surgiu no Rio de Janeiro em meados do século XIX. O choro pode ser considerado como a primeira música urbana tipicamente brasileira e ao longo dos anos se transformou em um dos gêneros mais prestigiados da música popular brasileira, reconhecido em excelência e requinte. Tem como origens estilísticas o lundu, ritmo de inspiração africana à base de percussão, com gêneros europeus.

O choro é visto como o recurso do qual se utilizou o músico popular para executar, ao seu estilo, a música importada e consumida nos salões e bailes da alta sociedade do Império a partir da metade do século XIX. Sob o impulso criador e improvisado dos chorões, logo a música resultante perdeu as características dos seus países originários e adquiriu feições genuinamente brasileiras. A improvisação é condição básica do bom chorão, termo ao qual passou a ser denominado o músico participante dos encontros em roda de choro, pois para tal, requer uma alta virtuosidade de seus intérpretes, cuja técnica de composição não deve dispensar o uso de modulações imprevistas e armadas com o propósito de desafiar e a capacidade ou o senso polifônico dos acompanhantes.

Agenda

O quê: Noite de Choro com Daniel Gomes, Ivan Sacerdote, Raul Pitanga & Convidados

Quando: segunda-feira (26/02/2018), a partir das 20 horas

Onde: Varanda do SESI Rio Vermelho

Endereço: Rua Borges dos Reis, 09 – Rio Vermelho (Salvador)

Realização: Hessel Produções, WA Produções e Teatro SESI Rio Vermelho / FIEB

Banner do JGB: Campanha ‘Siga a página do Jornal Grande Bahia no Google Notícias’.
Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 112810 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]