Na tribuna do Senado, Otto Alencar defende integridade do ex-governador Jaques Wagner e diz que acusações são infundadas

Banner do JGB: Campanha ‘Siga a página do Jornal Grande Bahia no Google Notícias’.
Otto Alencar diz que objetivo da investigação foi ferir a honra de um ex-governador que goza de elevada popularidade
Otto Roberto Mendonça de Alencar.
Otto Alencar diz que objetivo da investigação foi ferir a honra de um ex-governador que goza de elevada popularidade
Otto Roberto Mendonça de Alencar.

Em pronunciamento realizado na tribuna do Senado Federal, nesta terça-feira (27/02/2018), Otto Alencar (PSD-BA) classificou como grande injustiça a operação da Polícia Federal que teve como alvo o ex-governador Jaques Wagner. Segundo o senador, tanto o Tribunal de Contas da União quanto o Ministério Público Federal fiscalizaram corretamente as obras do estádio da Fonte Nova, destinado à Copa do Mundo de 2014, e consideraram regular a captação de recursos para o empreendimento.

— Uma obra de R$ 600 milhões tem uma acusação leviana, descabida, de que o ex-governador Jaques Wagner tenha ficado com R$ 82 milhões. Mas não apareceu mala como apareceu em outras ações, não apareceu nenhuma prova. O que apareceu, na verdade, foi uma coisa direcionada — afirmou.

Além de salientar a falta de provas de corrupção de Jaques Wagner, Otto Alencar acrescentou que a operação da Polícia Federal teria sido irregularmente antecipada aos meios de comunicação. O objetivo verdadeiro da investigação, segundo o senador, foi ferir a honra de um ex-governador que gozou de elevada popularidade em seus mandatos e elegeu seu sucessor com facilidade.

Otto Alencar (PSD-BA), senador da República
Otto Alencar acrescentou que a operação da Polícia Federal teria sido irregularmente antecipada aos meios de comunicação.
Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 113569 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]