Luislinda Valois deixa Ministério dos Direitos Humanos

Luislinda Dias de Valois Santos deixa Governo Temer. Ex-ministra atuou como magistrada do Poder Judiciário da Bahia e se aposentando como desembargadora do TJBA.
Luislinda Dias de Valois Santos deixa Governo Temer. Ex-ministra atuou como magistrada do Poder Judiciário da Bahia e se aposentando como desembargadora do TJBA.
Luislinda Dias de Valois Santos deixa Governo Temer. Ex-ministra atuou como magistrada do Poder Judiciário da Bahia e se aposentando como desembargadora do TJBA.
Luislinda Dias de Valois Santos deixa Governo Temer. Ex-ministra atuou como magistrada do Poder Judiciário da Bahia e se aposentando como desembargadora do TJBA.

A ministra dos Direitos Humanos, Luislinda Valois, entregou o cargo nesta segunda-feira (19/02/2018) ao presidente Michel Temer. A informação foi confirmada pelo Palácio do Planalto, que ainda não informou o motivo da demissão.

Luislinda Valois estava no posto desde fevereiro de 2017, quando Temer editou uma medida provisória dando status de ministério à  secretária especial de Políticas de Promoção da Igualdade Racial do Ministério da Justiça.

Ela era o penúltimo nome do PSDB no governo Temer desde que o então ministro das Cidades, Bruno Araújo, e o da Secretaria de Governo, Antônio Imbassahy, pediram exoneração no fim do ano passado.

Com a saída da ministra, o governo Temer já registra 16 baixas em pouco mais de um ano e meio.

Sobre Carlos Augusto 9506 Artigos
Carlos Augusto é Mestre em Ciências Sociais, na área de concentração da cultura, desigualdades e desenvolvimento, através do Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais (PPGCS), da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB); Bacharel em Comunicação Social com Habilitação em Jornalismo pela Faculdade de Ensino Superior da Cidade de Feira de Santana (FAESF/UNEF) e Ex-aluno Especial do Programa de Doutorado em Sociologia da Universidade Federal da Bahia (UFBA). Atua como jornalista e cientista social, é filiado à Federação Internacional de Jornalistas (FIJ, Reg. Nº 14.405), Federação Nacional de Jornalistas (FENAJ, Reg. Nº 4.518) e a Associação Bahiana de Imprensa (ABI Bahia), dirige e edita o Jornal Grande Bahia (JGB).