Especialistas analisam o real perigo das inteligências artificiais

Publicidade

Banner da Gujão: Campanha com o tema ‘Tudo fresquinho é melhor’, veiculada em 3 de junho de 2022.
Segundo os especialistas, a evolução da inteligência artificial possui dois lados: cada avanço que é feito para o bem também pode ser explorado para ser usado maneira maliciosa e para o mal das pessoas.
Segundo os especialistas, a evolução da inteligência artificial possui dois lados: cada avanço que é feito para o bem também pode ser explorado para ser usado maneira maliciosa e para o mal das pessoas.
Segundo os especialistas, a evolução da inteligência artificial possui dois lados: cada avanço que é feito para o bem também pode ser explorado para ser usado maneira maliciosa e para o mal das pessoas.
Segundo os especialistas, a evolução da inteligência artificial possui dois lados: cada avanço que é feito para o bem também pode ser explorado para ser usado maneira maliciosa e para o mal das pessoas.

Um grupo de 26 especialistas em inteligência artificial ligados a 14 instituições diferentes, divididas entre academia, sociedade civil e indústria, produziu um relatório de mais de 100 páginas que trata do uso malicioso da inteligência artificial e quais os riscos que o desenvolvimento dessa tecnologia pode trazer para as pessoas, fazendo previsões, pensando em prevenções e atenuações para os possíveis problemas que poderemos enfrentar em um futuro não tão distante.

O resultado do relatório pode ser um pouco assustador, mas serve também como parâmetro para se agir com cautela

Segundo os especialistas, a evolução da inteligência artificial possui dois lados: cada avanço que é feito para o bem também pode ser explorado para ser usado maneira maliciosa e para o mal das pessoas. Ou seja, quanto mais capacidade uma IA tiver para realizar milhões de decisões complexas em uma fração de tempo, maior pode ser a dor de cabeça causada caso ela for utilizada com más intenções.

Uma lista pode ser feita com os assuntos principais discutidos pelos especialistas no relatório:

Ameaças digitais

Phishing automatizado ou criação de emails, links e sites falsos para o roubo de informação

Ataques hackers mais rápidos, pois a IA poderia descobrir vulnerabilidades em velocidade recorde

Sistemas de IA podem enganar outras plataformas de IA por compreender melhor como elas raciocinam

Ameaças físicas

Terrorismo automatizado com o controle de drones ou veículos autônomos, que podem ser usados como armas

Robôs automatizados que tenham um objetivo em comum agindo coletivamente

Ataques remotos feitos com robôs que podem ser controlados a qualquer distância

Ameaças políticas

Imagens e vídeos falsos podem ser gerados com facilidade pela IA, criando informações falsas

Remoção automática de conteúdo que seja dissidente do governo

Usando informações disponíveis publicamente, pode ser possível criar um tipo de persuasão automatizada de acordo com a opinião das pessoas

O resultado do relatório pode ser um pouco assustador, mas serve também como parâmetro para se agir com cautela no desenvolvimento de sistemas artificiais cada vez mais inteligentes e autônomos. Quem sabe um pouco de cuidado não ajuda que sejam criadas plataformas inteligentes, mas que ainda possuam um controle seguro sobre elas? A reflexão é mais do que válida.

*Com informações da TecMundo.

Banner do JGB: Campanha ‘Siga a página do Jornal Grande Bahia no Google Notícias’.
Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 121593 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br.