ALBA: Deputado Alex Lima se solidariza com ex-governador Jaques Wagner e classifica ação da PF como midiática

O deputado estadual Alex Lima (Podemos) usou as redes sociais, nesta segunda-feira (26/02/2018), para comentar sobre a ação da Polícia Federal (PF), no âmbito do Caso Lava Jato, denominada Operação Cartão Vermelho, contra o secretário estadual de Desenvolvimento Econômico da Bahia, Jaques Wagner (PT) e classificou a ação como mais uma espetacularização, liderada pelo Judiciário, em parceria com a imprensa.

“Em 2017, Wagner foi testemunhar na Lava Jato e em nenhum momento solicitaram-lhe qualquer tipo de documento. No entanto, espontaneamente, ele reuniu todos os documentos citados e enviou à sede da PF, para que fosse ceifada qualquer tipo de especulação com o seu nome. É, no mínimo, estranho que esta ação ocorra, justamente, após ele Wagner estar liderando as pesquisas como possível presidenciável do PT”, disse o deputado, lamentando o apoio da imprensa em perseguições judiciais.

“É lamentável que tudo tenha ocorrido com o apoio da emissora de TV, pertencente à família do prefeito ACM Neto (DEM), que já estava no local, antes mesmo da chegada dos policiais. Tudo isso, evidencia que a ação foi apenas política e espetaculosa”, completou. “Me solidarizo com o secretário e família e desejo serenidade para superar mais um triste episódio do nosso Judiciário. Para nós, resta a torcida para que chegue o dia em não precisaremos utilizar investigações importantes como meios de manobras políticas. A Bahia não precisa disso e os baianos não aceitam perseguições”, disse.

Publicidade

Compartilhe e Comente

Redes sociais do JGB

Publicidade

Faça uma doação ao JGB

Perfil do Autor

Redação
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]