Salvador: Olodum agita Concha Negra com show que comemora 30 anos de formação

Olodum realiza show no projeto Concha Negra, em Salvador.Olodum realiza show no projeto Concha Negra, em Salvador.
Olodum realiza show no projeto Concha Negra, em Salvador.

Olodum realiza show no projeto Concha Negra, em Salvador.

O ritmo contagiante do Olodum agitou a noite de baianos e turistas que lotaram a Concha Acústica do Teatro Castro Alves (TCA), na noite deste domingo (07/01/2018), em Salvador. Comemorando 30 anos de seu samba-reggae, o bloco afro abriu o projeto Concha Negra, em 2018, com o show da turnê ‘Eu Falei Faraó’, levando para o público grandes sucessos como ‘Faraó’, ‘Rosa, ‘Nossa Gente’ e ‘Vem Meu Amor’.

O show, que foi aberto pela Cia. de Dança Lekan, teve a participação especial da banda Didá e do grupo carioca Ponto de Equilíbrio.

Iniciativa do Governo do Estado, por meio da Secretaria de Cultura (Secult), e em parceria com a Secretaria de Promoção da Igualdade Racial (Sepromi), o Concha Negra garante o lugar da música afro baiana na programação mensal do maior complexo cultural baiano. Os grupos são remunerados pelo Estado e também recolhem a bilheteria de cada um dos eventos.

“Os blocos afro têm uma importância muito grande, levando a cultura da Bahia para o mundo todo. Esse projeto aqui ajuda a preservar toda essa riqueza, garantindo que essas verdadeiras entidades da cultura baiana tenham mais visibilidade e reconhecimento”, afirmou o cantor do Olodum, Lazinho.

Esta foi a 5ª edição do projeto, que já contou com apresentações dos Filhos de Gandhy, Muzenza, Ilê Aiyê e Cortejo Afro. Depois do Olodum, Malê Debalê encerra a primeira etapa do projeto, no dia 4 de fevereiro. Até o momento, mais de 15 mil pessoas já prestigiaram o projeto.

A turista paulista, Dina Teles, está passando o verão em Salvador, e aproveitou para conhecer a Concha. “É minha primeira vez aqui, e achei o máximo. A energia do Olodum o mundo todo conhece, é maravilhosa. Foi uma noite inesquecível”.

O projeto

O Concha Negra se compromete a fomentar a diversidade cultural da Bahia, suas tradições e patrimônios. O incentivo a mais um canal de visibilidade e acesso à música afro-baiana se alinha a políticas que reconhecem a cidadania cultural e a afirmação de identidades, combatendo preconceitos e valorizando a expressão das variadas manifestações humanas.

Além das apresentações principais, cada espetáculo tem a participação de pelo menos um convidado especial e também uma abertura com intervenções de outras linguagens artísticas, como teatro, dança e moda.

Os ingressos para a apresentação Malê Debalê, podem ser adquiridos no site Ingresso Rápido (www.ingressorapido.com.br), na bilheteria do TCA ou nos SACs dos shoppings Barra e Bela Vista.

Compartilhe e Comente

Redes sociais do JGB

Faça uma doação ao JGB

About the Author

Redação do Jornal Grande Bahia
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]