Feira de Santana: vereador José Menezes lamenta rejeição de Requerimento de sua autoria

José Menezes (Zé Filé): se os colegas não aprovaram, orientados por seus superiores, é porque o Governo tem algo a esconder.

José Menezes (Zé Filé): se os colegas não aprovaram, orientados por seus superiores, é porque o Governo tem algo a esconder.

Em pronunciamento na tribuna da Câmara Municipal de Feira de Santana, nesta quarta-feira (06/12/2017), o vereador José Menezes Santa Rosa (Zé Filé, PROS) lamentou a reprovação do Requerimento nº 263/2017, de sua autoria, que solicitava do secretário municipal de Trabalho, Turismo e Desenvolvimento Econômico, Antonio Carlos Borges Junior, cópia do edital de Licitação para construção, manutenção, operação e exploração econômica do Shopping Popular.

O documento solicitava, ainda, cópia do contrato firmado entre o Município e o Consórcio Feira Popular, além de informações a respeito do tamanho padrão dos boxes, lojas âncoras e valores que serão cobrados aos futuros comerciantes que terão direito à concessão para comercializar no equipamento, que está sendo construído no Centro de Abastecimento.

O requerimento foi reprovado na sessão de terça-feira (05). “Quero agradecer aqueles colegas que votaram a favor. Esse requerimento era uma forma de obter informações para prestar esclarecimentos ao povo. Se os colegas não aprovaram, orientados por seus superiores, é porque o Governo tem algo a esconder. Não faço questionamentos duvidando da administração municipal ou acreditando que tem algo a esconder. Mas, lamentavelmente, fica claro que tem algo que não querem que a população fique sabendo”, declarou.

O edil informou que em caso de recusa por parte dos órgãos responsáveis pela obra do Shopping Popular de repasse de informações no prazo de 30 dias, ele irá acionar o Ministério Público. “O governo municipal é duvidoso, não tem credibilidade e nem transparência”, concluiu.

“Não há irregularidade em reprovar um requerimento”, afirma Luiz Augusto

No uso da tribuna da Casa Legislativa, o vereador e líder governista Luiz Augusto de Jesus (Lulinha, DEM), em resposta às críticas do vereador oposicionista Zé Filé (PROS), afirmou que não existe irregularidade em reprovar um requerimento protocolado na Casa. E assegurou que as informações requeridas no documento de nº 263/2017, reprovado na seção de terça-feira (05), estão disponíveis para consulta.

“Não há irregularidade em reprovar um requerimento. A Casa só dispõe de dois vereadores de oposição e a maioria é aliada ao Governo Municipal. Os vereadores decidem como devem votar e os votos não têm relação com a transparência da gestão”, afirmou.

Lulinha informou que “o edital da licitação para construção do Shopping Popular está disponível e nele constam todas as informações que o colega Zé Filé desejar obter e que foram solicitadas mediante requerimento”.

Reconhecimento

Ainda no uso da tribuna, Lulinha afirmou que manterá a postura de defensor da gestão do prefeito José Ronaldo de Carvalho, mesmo que algum dia seja deposto do cargo de líder do governo na Casa. Na oportunidade, o edil convidou a população para o anuncio do novo pacote de obras do Governo Municipal, que será realizado na quinta-feira (07), no estacionamento da Secretaria Municipal de Administração, localizado na avenida Sampaio.

“Defendo e continuarei a defender porque acredito nesse governo. Sempre defendi a gestão do prefeito José Ronaldo nesta Casa e agora, como líder governista, estou cumprindo com meu papel de defender uma gestão que trabalha pelo bem-estar e desenvolvimento de nosso município”, finalizou.

Compartilhe e Comente

Redes sociais do JGB

Publicidade

Publicidade

Manchete

Colunistas e Artigos

+ Publicações >>>>>>>>>

Sobre o autor

Redação

O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]