Salvador: Celo Costa apresenta ‘O Velho Homem Rio’ no Teatro Sesc da Casa do Comércio

Celo Costa faz apresentação no Teatro Sesc casa do Comércio.
Celo Costa faz apresentação no Teatro Sesc casa do Comércio.
Celo Costa faz apresentação no Teatro Sesc casa do Comércio.
Celo Costa faz apresentação no Teatro Sesc casa do Comércio.

Entre narração de histórias e cantoria, Celo Costa apresenta, no dia 04 de outubro de 2017, às 20h30, o espetáculo “O Velho Homem Rio”, no Teatro Sesc Casa do Comércio, em Salvador. O cantador, multi-instrumentista e compositor traz a riqueza de significados e simbolismos de sua terra natal, o sertão nordestino, para o show inspirado no conto “A terceira margem do rio”, de Guimarães Rosa. Vencedor do Prêmio Caymmi de Música na categoria Show com Melhor Direção Artística, assinada por Jackson Costa, o espetáculo com apresentação única passeia entre as linguagens da música e do teatro.

Sob a direção musical de André Tiganá, canções de Elomar, Dominguinhos, Chico Buarque e Mauro Aguiar dialogam com o repertório autoral de Celo Costa. “Esse projeto traz uma singularidade bem especial, porque vamos contar uma história no meio de um show musical, sob o olhar de um contador de histórias. Então, no palco, serei um cantador, tocador de viola e também um contador dessa história tão profunda, que é ‘A terceira margem do rio. Além da riqueza literária, tem momentos que eu me encontro naquela história”, relata Celo Costa.

Além do baixista André Tiganá, o show conta com os músicos Fábio Cunha, na percussão, e Thiago Mendes, piano e acordeon. Cenário e Figurino são assinados por Zuarte Júnior, que também recebeu indicação ao Prêmio Caymmi na categoria Destaque Técnico. O projeto e operação de luz é de Luciano Reis. A Direção de Produção é de Fátima Falcon; Produção Executiva é de Maurício Corso e Yolanda Nogueira assina a Produção Artística.

Trajetória – Nascido na cidade de Santa Maria da Vitória, localizada no oeste da Bahia e banhada pelo Rio Corrente, Celo Costa encontrou também nas memórias da infância a relação com a arte que apresenta no espetáculo. “Eu me criei na beira de um rio. E o narrador do conto é o filho que fica. É a história de um pai que manda fazer uma canoa para si e passa a viver no meio do rio. Mas quem conta essa história é o filho. Eu me identifico com essa história porque eu fui criança também dentro de uma família e os meus pais se separaram. Eu vi o meu pai, falando de uma maneira metafórica, mandar fazer pra si uma canoa e viver no meio desse rio. É uma memória forte que eu tenho”, conta. Algumas músicas autorais, inclusive, foram compostas no período em que Celo vivia às margens do Rio Corrente.

Agenda

Onde: Teatro Sesc Casa do Comércio

Quando: 04/10/2017 (Quarta-feira)

Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 109818 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]