Novos servidores do Hospital da Mulher de Feira de Santana recebem curso sobre lactação e amamentação

Curso de Manejo da Lactação e Amamentação realizado no Hospital Inácia Pinto dos Santos (HIPS), o Hospital da Mulher de Feira de Santana.
Curso de Manejo da Lactação e Amamentação realizado no Hospital Inácia Pinto dos Santos (HIPS), o Hospital da Mulher de Feira de Santana.
Curso de Manejo da Lactação e Amamentação realizado no Hospital Inácia Pinto dos Santos (HIPS), o Hospital da Mulher de Feira de Santana.
Curso de Manejo da Lactação e Amamentação realizado no Hospital Inácia Pinto dos Santos (HIPS), o Hospital da Mulher de Feira de Santana.

Explicações sobre aleitamento materno, preparo das mamas, lei do acompanhante, exposição de vídeos, diálogos entre palestrantes e alunos. Tudo isso fez parte do Curso de Manejo da Lactação e Amamentação realizado durante o mês de setembro no Hospital Inácia Pinto dos Santos (HIPS), o Hospital da Mulher.

Voltado para funcionários que atuam direta e indiretamente com mães e crianças da unidade hospitalar, o curso teve como objetivo alertá-los acerca da importância da promoção, proteção e apoio ao aleitamento materno mediante a adoção dos ‘dez passos para o incentivo do aleitamento materno’ e do ‘cuidado amigo da mulher’.

O curso atende aos termos estabelecidos pela Iniciativa Hospital Amigo da Criança (IHAC), selo idealizado em 1990 pela OMS (Organização Mundial da Saúde) e pelo UNICEF para unidades parceiras que promovem, protegem e apoiem o aleitamento materno.

“Seguimos as especificidades da Norma Brasileira de Comercialização de Alimentos para Lactantes (NBCAL) e da Lei do Acompanhante (Lei nº 11.108/2005)”, explica Nadja Vieira, enfermeira do Banco de Leite Humano (BLH).

Dez passos

Os dez passos pré-estabelecidos consistem em: ter uma norma escrita sobre aleitamento materno, que deve ser rotineiramente transmitida a toda a equipe do serviço; treinar toda a equipe, capacitando-a para implementar essa norma; informar todas as gestantes atendidas sobre as vantagens e o manejo da amamentação; ajudar a mãe a iniciar a amamentação na primeira meia hora após o parto; mostrar às mães como amamentar e como manter a lactação, mesmo se vierem a ser separadas de seus filhos; não dar a recém-nascido nenhum outro alimento ou bebida além do leite materno, a não ser que tenha indicação clínica; praticar o alojamento conjunto, permitindo que mães e bebês permaneçam juntos 24 horas por dia; encorajar a amamentação sob livre demanda; não dar bicos artificiais ou chupetas a crianças amamentadas encorajar o estabelecimento de grupos de apoio à amamentação para onde as mães devem ser encaminhadas por ocasião da alta hospitalar.

“O curso visa capacitar os novos funcionários do Hospital da Mulher sobre o incentivo e promoção do aleitamento materno. Como o hospital possui o título IHAC, constantemente a equipe é treinada para que todos falem a mesma linguagem e sigamos com o ‘Padrão Ouro’ da Fiocruz [certificado de confiabilidade para Bancos de Leite Humano – BLHs]”, ressalta Gilberte Lucas, presidente da Fundação Hospitalar de Feira de Santana (FHFS).

Referência

As aulas destacaram o papel que os hospitais podem desempenhar neste processo a fim de tornar o aleitamento materno uma prática universalmente adotada nas maternidades, contribuindo para a saúde e o desenvolvimento de milhões de bebês.

O curso permite também que funcionários entendam desde questões fisiológicas, importância do acompanhante junto ao período do parto e os passos do aleitamento materno.

“Ele favorece toda essa importância e a conscientização dos profissionais em relação ao entendimento das mães de uma forma integral”, explica a psicóloga Jéssica Costa, uma das participantes do curso.

As aulas, ministradas por técnicos do Banco de Leite do Hospital da Mulher, foram destinadas para 68 pessoas dividas em grupos durante três etapas, escalonados nos dias 11/09/2017 e 13/09, 12/09 e 14/09, e encerramento no último dia 27/9.

A fisioterapeuta Caroline Rodrigues, participante da capacitação, destaca a relevância do tema abordado para que os funcionários alertem as mães.

“É importante conscientizar os profissionais a conhecerem esse assunto porque as mães precisam de orientação sobre ou aleitamento materno. Elas necessitam saber que o leite é fundamental para a criança desde o seu primeiro dia de vida”.

Banner do JGB: Campanha ‘Siga a página do Jornal Grande Bahia no Google Notícias’.
Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 116716 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br.