Feira de Santana: vereador Cadmiel Pereira afirma que discurso de secretário e governador é contraditório

Cadmiel Pereira: o governador diz uma coisa e o secretário diz outra.

Cadmiel Pereira: o governador diz uma coisa e o secretário diz outra.

Em pronunciamento, na sessão ordinária desta terça-feira (10/10/2017), na Casa Legislativa de Feira de Santana, o vereador Cadmiel Pereira (PSC) repercutiu a entrevista do secretário Estadual de Saúde, Fábio Villas Boas, sobre a falta de previsão para a construção de novo hospital geral em Feira de Santana.

“Na última sexta-feira o secretário esteve em Feira de Santana e em entrevista à imprensa afirmou que não há previsão para construção do novo hospital geral em Feira de Santana. Porém, em junho deste ano o governador Rui Costa ratificou, em entrevista ao Acorda Cidade, o compromisso de construir um novo hospital geral em Feira. O governador diz uma coisa e o secretário diz outra. Ouvimos quem? Com quem está a verdade? Quem vai salvar o Hospital Geral Clériston Andrade? “, pontuou Cadmiel.

Ainda segundo o edil, o problema é que o HGCA tem uma demanda muito grande, sem contar com o fato de que assistir pacientes de Feira de Santana e municípios vizinhos. “O HGCA não suporta mais. E, depois de tanta esperança, chega o secretário e nos joga um tanque de água fria. Sem contar com o fato de que o Clériston apenas realiza cirurgias ortopédicas de urgência, as eletivas são realizadas pelo Município, que já realizou mais de 300”, relatou.

Para ele, o secretário está tirando o ‘braço da seringa’ e querendo empurrar a responsabilidade para o Município. “Em debate sobre isso, o secretário sugeriu que as motos fossem retiradas da cidade, pois maior parte dos acidentes com fratura exposta é por conta de acidentes de moto”, observou.

Cadmiel também lembrou que o secretário anunciou a construção de uma policlínica geral em Feira. “Mas, a policlínica não atende urgência e emergência. E quando tiver um caso de urgência vai levar para onde? Para O HGCA, que não tem suportar mais a demanda. O Estado deu as costas à Feira de Santana e está brincando com a população da nossa cidade. O governador não tem compromisso nem sensibilidade com nossa cidade. O secretário disse que o Estado irá tentar um empréstimo para a construção do hospital, mas quem vai emprestar dinheiro a um estado falido? Que não reajustou nem o valor da inflação aos seus servidores”, analisou.

Para finalizar, o vereador lembrou que o tomógrafo do HGCA está quebrado há quase 30 dias e os pacientes que precisam realizar o exame estão sendo encaminhados para o Hospital Geral da Criança- HEC. “Aí tem que ter carro, médico e enfermeiro para levar e acompanhar o paciente. Estamos numa situação complicada e Feira recebeu as costas do Governo do Estado”, findou.

Publicidade

Compartilhe e Comente

Redes sociais do JGB

Publicidade

Publicidade

Manchete

Colunistas e Artigos

+ Publicações >>>>>>>>>

Sobre o autor

Redação

O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]