Senador Otto Alencar alerta para destruição ambiental do sistema hídrico do rio São Francisco

Senador Otto Alencar alerta para situação dramática sofrida pelo Rio São Francisco e critica privatização da ELETROBRAS.
Senador Otto Alencar alerta para situação dramática sofrida pelo Rio São Francisco e critica privatização da ELETROBRAS.
Senador Otto Alencar alerta para situação dramática sofrida pelo Rio São Francisco e critica privatização da ELETROBRAS.
Senador Otto Alencar alerta para situação dramática sofrida pelo Rio São Francisco e critica privatização da ELETROBRAS.

Sem afluentes em Minas Gerais, onde nasce, o Rio São Francisco está morrendo, alertou nesta segunda-feira (04/09/2017) em Plenário o senador Otto Alencar (PSD-BA). Ele disse que a bacia do São Francisco dá mostras de estar comprometida. A situação é muito grave, afirmou o parlamentar, salientando que em Pirapora (MG), à margem direita do rio e na margem esquerda, onde está o município de Buritizeiro (MG), é possível atravessar o São Francisco a pé.

— Fizeram uma ponte lá há muito tempo, mas não precisa mais da ponte não. Dá para atravessar andando, tal a gravidade que vive o Rio São Francisco. Todos os seus afluentes — são os principais afluentes de Minas Gerais — comprometidos. O mais caudaloso é o Rio das Velhas, que nasce lá em Ouro Preto e passa próximo a Belo Horizonte. Recebe ainda esgoto in natura de Belo Horizonte! (…) No ano passado, pela primeira vez na história da bacia do Rio São Francisco, o Rio Jequitaí secou. Era um rio perene e virou um grande caminho de areia — relatou o parlamentar.

Ele observou que, no momento que fala em privatizar a Eletrobrás, o governo deve saber qual a real situação do São Francisco, já que as hidrelétricas do rio estão com os dias contados. Na hidrelétrica de Três Marias (MG), apenas uma turbina está em funcionamento, e para liberar água para consumo humano. Não tem vazão afluente nenhuma e tem uma vazão defluente de 280 metros por segundo, informou Otto Alencar, para abastecimento humano. Não há como o Rio São Francisco entregar a energia que as hidrétricas prometem, sublinhou.

A revitalização do São Francisco é um caso de vida ou morte, disse Otto Alencar. E nas últimas décadas nada se fez neste sentido, lamentou. Desde 1980, o Rio São Francisco deu sinais de que estava doente, de que precisava de tratamento. E vem ao longo desses anos todos sem que nenhum presidente da República tenha se preocupado em salvar o rio, fundamental para o país.

Confira vídeo

*Com informações da Agência Senado.

Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 110984 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]