Produção de gás natural tem recorde de 115 milhões de metros cúbicos por dia

Plataforma de petróleo.
Plataforma de petróleo.
Plataforma de petróleo.
Produção de petróleo atingiu em julho 2,62 milhões de barris diários, uma redução de 1,9% em relação a junho; A de gás natural foi recorde: 115 milhões de metros cúbicos por dia.

A produção nacional de gás natural atingiu, em julho, o volume recorde de 115 milhões de metros cúbicos por dia (m3/d). O recorde anterior havia sido de 111,8 milhões de m3/d, registrados em dezembro do ano passado.

O dado foi divulgado hoje (4), no Rio de Janeiro, pela Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP). O volume é 3,5% maior que o observado no mês anterior e 7,3% superior ao de julho de 2016.

Produção de petróleo cai 1,9%

A produção de petróleo chegou a 2,62 milhões de barris por dia, uma redução de 1,9% em relação a junho. Apesar da queda mensal, a produção teve um aumento de 1,5% na comparação com julho do ano passado.

Considerando-se a soma da produção de gás e de petróleo, a produção nacional ficou em 3,346 milhões de barris de óleo equivalente (unidade de medida que transforma o volume de gás em barris e que se soma aos barris de petróleo) por dia.

A produção do pré-sal em julho atingiu 1,61 milhão de barris de óleo equivalente por dia, uma redução de 4,3% em relação a junho.

Banner do JGB: Campanha ‘Siga a página do Jornal Grande Bahia no Google Notícias’.
Sobre Carlos Augusto 9607 Artigos
Carlos Augusto é Mestre em Ciências Sociais, na área de concentração da cultura, desigualdades e desenvolvimento, através do Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais (PPGCS), da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB); Bacharel em Comunicação Social com Habilitação em Jornalismo pela Faculdade de Ensino Superior da Cidade de Feira de Santana (FAESF/UNEF) e Ex-aluno Especial do Programa de Doutorado em Sociologia da Universidade Federal da Bahia (UFBA). Atua como jornalista e cientista social, é filiado à Federação Internacional de Jornalistas (FIJ, Reg. Nº 14.405), Federação Nacional de Jornalistas (FENAJ, Reg. Nº 4.518) e a Associação Bahiana de Imprensa (ABI Bahia), dirige e edita o Jornal Grande Bahia (JGB).