Operação Tesouro Perdido: Dinheiro pode estar em mais de um lugar e serviu para campanha eleitoral de Salvador em 2016; Tese é suscitada

Publicidade

Banner da Gujão: Campanha com o tema ‘Tudo fresquinho é melhor’, veiculada em 3 de junho de 2022.
Nas redes sociais, memes vinculam aliança entre Geddel Vieira Lima (PMDB) e ACM Neto (DEM).
Nas redes sociais, memes vinculam aliança entre Geddel Vieira Lima (PMDB) e ACM Neto (DEM).

Uma fonte do Jornal Grande Bahia (JGB) questionou: qual seria a lógica em guardar todos os recursos financeiros em um único lugar? Na avaliação da fonte, mais dinheiro pode ser encontrado pela Polícia Federal (PF), porque o princípio de um criminoso é mitigar o risco, diluindo os locais onde as provas dos crimes são ocultadas. O questionamento e a afirmação é decorrente da descoberta de R$ 51 milhões, em imóvel localizado em Salvador, cuja a posse é atribuída, possivelmente, à Geddel Vieira Lima.

A fonte também suscita a tese de que uma parte dos recursos que, supostamente tem origem ilícita, pode ter sido usada na campanha de 2016, com a finalidade de eleger a chapa majoritária para prefeito de Salvador, formada pelo PMDB e Democratas.

Na composição da aliança para eleição do Poder Executivo de Salvador, coube ao presidente estadual do PMDB, Geddel Vieira Lima, indiciar Bruno Reis, vice-prefeito de ACM Neto (DEM).

Uso em campanha

Uma terceira hipótese foi apresentada pelo deputado Jorge Salla (PT/BA), em nota encaminhada ao JGB nesta terça-feira (05/09/2017), o parlamentar levantou a tese de que parte dos recursos financeiros apreendidos pela Polícia Federal, no transcurso da Operação Tesouro Perdido, poderia ser utilizado para campanha majoritária de 2018, oportunidade em que Geddel e ACM Neto pretendiam formar uma chapa.

Operação Tesouro Perdido

A descoberta dos R$ 51.030.866,40 (R$ 42.643,500 e US$ 2.688 milhões), armazenados em malas e caixas no interior de um apartamento, ocorreu nesta terça-feira (05) no transcurso da Operação Tesouro Perdido, terceira fase da Operação Cui Bono?. As investigações fazem parte do Caso Lava Jato.

No dia 14 de julho, a PF recebeu uma ligação telefônica informando sobre a movimentação de caixas em um apartamento de um condomínio de Salvador, de propriedade de Silvio Silveira. Com a autorização judicial expedida, a PF cumpriu o mandado e encontrou o ‘Tesouro Perdido’.

Memes

Além das informações e teses suscitadas, as fontes do Jornal Grande Bahia encaminharam memes que indicam a associação política entre Geddel Vieira Lima (PMDB) e ACM Neto (DEM), nas campanhas eleitorais de 2012, 2016 e a aliança estabelecida para 2018..

Banner do JGB: Campanha ‘Siga a página do Jornal Grande Bahia no Google Notícias’.
Sobre Carlos Augusto 10025 Artigos
Carlos Augusto é Mestre em Ciências Sociais, na área de concentração da cultura, desigualdades e desenvolvimento, através do Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais (PPGCS), da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB); Bacharel em Comunicação Social com Habilitação em Jornalismo pela Faculdade de Ensino Superior da Cidade de Feira de Santana (FAESF/UNEF) e Ex-aluno Especial do Programa de Doutorado em Sociologia da Universidade Federal da Bahia (UFBA). Atua como jornalista e cientista social, é filiado à Federação Internacional de Jornalistas (FIJ, Reg. Nº 14.405), Federação Nacional de Jornalistas (FENAJ, Reg. Nº 4.518) e a Associação Bahiana de Imprensa (ABI Bahia), dirige e edita o Jornal Grande Bahia (JGB).