Lula, o PT e uma aliança popular com o Nordeste | Por Jefferson Lima

Em 29 de agosto de 2017, ex-presidente Lula recebe homenagem do vaqueiro Egídio da Valentina em Morada Nova, Ceará.
Em 29 de agosto de 2017, ex-presidente Lula recebe homenagem do vaqueiro Egídio da Valentina em Morada Nova, Ceará.
Em 27 de agosto de 2017, em Nova Palmeira, Paraíba, ex-presidente Lula é reconhecido como líder popular.
Em 27 de agosto de 2017, em Nova Palmeira, Paraíba, ex-presidente Lula é reconhecido como líder popular.

Quando a caravana ‘Lula pelo Brasil’ começou a ser construída, muitos não imaginavam participar ativamente desse momento histórico. Foram exatos 20 dias viajando por este mundão, pelo Brasil profundo.

Todos os 9 estados do Nordeste, e no plano original prévia 28 cidades. Foram inúmeras as vezes que a caravana parou em algum local não programado, pois centenas de pessoas se aglomeravam nas estradas para ver Lula e dele receber um abraço, o sorriso amoroso e uma palavra de esperança. Com as paradas espontâneas, com a mobilização popular e o amor do povo, a caravana acabou parando em mais de 60 cidades no total de 5000km rodados.

A Caravana foi construída com total compromisso de equipe militante que viajou nos ônibus, nos carros e envolveu todas as direções estaduais e municipais do PT, os partidos aliados e movimentos sociais que acompanharam e ajudaram na construção desse momento histórico. Todos e todas numa grande unidade pela retomada da Esperança no Brasil.

Foi possível perceber o tamanho do legado que o mandato de Lula havia deixado, através de marcas profundas de gratidão e carinho entre as brasileiras e brasileiros que sempre sofreram das injustiças e das desigualdades sociais que marcam a história do nosso Brasil.

Essa nova passagem de Lula pelo nordeste brasileiro reavivou boas lembranças e esperanças na melhoria da qualidade de vida do sertanejo. O presidente Lula nesta jornada, foi cercado por militantes históricos, idosos, jovens, políticos, homens, mulheres e na imensa maioria pelo povo trabalhador que vão poder dizer “nós fizemos história”.

Do início ao fim, Lula se encontrou com um mar de gente e recebeu milhões de beijos, abraços, carinhos e muita emoção do povo. Lula como sempre retribuiu com o olhar agradecido e passando a mensagem de esperança de dias melhores para o Brasil.

Foram registros dos olhares afetuosos, das paisagens, da emoção da nossa gente que gritava e vibrava com a presença de Lula na sua cidade, no seu bairro ou na sua casa.

Relato de homens e mulheres que, com orgulho, participaram das atividades, dos encontros, das homenagens e conseguiram tirar sua foto, beijar o Lula, abraçar ou simplesmente pegar na sua mão. Através desses gestos aumentava a esperança de dias melhores.

Essa caravana, não se expressa só nos números. Vai muito além do que se vê. O sonho não terminou e a chama da Esperança está mais forte do que nunca. A gratidão do povo com Lula é enorme e será eterna. Onde Lula passou, do litoral, nas capitais, ao interior, passando pelo Agreste, Sertão. Caatinga, Mata Atlântica e Restinga, ele conversou com o povo, ouviu, foi ouvido e dialogou com o nordestino.

A caravana foi um sucesso e ajudou a aumentar o amor do povo por Lula e de Lula pelo povo. Lula entra para história como maior expressão política do nosso país nos patamares de liderança de Nelson Mandela, Gandhi e tantos outros.

Por tudo isso e muito mais, a importância dessa caravana e de muitos outras que vem pela frente, sem medir esforços e recursos, para tornar possível esses momentos históricos.

*Jefferson Lima é presidente do PT Aracaju.

Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 111167 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]