Feira de Santana: vereador pede que população avalie melhor em quem votar

Luiz Augusto (Lulinha): as pessoas precisam votar em quem não está envolvido na Operação Lava Jato.

Luiz Augusto (Lulinha): as pessoas precisam votar em quem não está envolvido na Operação Lava Jato.

No tempo do grande expediente, na sessão ordinária desta quarta-feira (06/09/2017), na Câmara de Vereadores de Feira de Santana, o vereador e líder do Governo na Casa, Luiz Augusto de Jesus (Lulinha, DEM), repercutiu o fato de a Polícia Federal ter encontrado malas e caixas de dinheiro em um apartamento utilizado por Geddel Vieira Lima. Segundo ele, este dinheiro faz falta na saúde, educação, social, segurança e outros setores.

“Agora já está declarado quem tem envolvimento com a corrupção e as pessoas vão votar em quem quiserem. Todos já estão sabendo o que está acontecendo. As pessoas precisam votar em quem não está envolvido na Operação Lava Jato. O deputado que eu apoio, por exemplo, José Nunes, até agora não está envolvido em nenhuma acusação de corrupção. Poucos políticos baianos estão envolvidos com corrupção, a maioria deles são responsáveis e compromissados. Temos o prefeito José Ronaldo de Carvalho, homem de conduta ilibada e onde chegamos e falamos seu nome recebemos elogios.

Em aparte, a vereadora Eremita Mota (PSDB) afirmou que o correto seria as pessoas procurassem avaliar melhor os candidatos, principalmente os que fazem grandes campanhas. “Deveriam entender que quando as campanhas são muito grandes, o dinheiro vem de algum lugar porque os que eles ganham muitas vezes não suportam sustentar grandes investimentos na campanha. Tenho vontade de colocar meu nome à disposição para deputado estadual, mas penso que as pessoas podem não votar em mim porque não tenho tanto dinheiro”, disse.

De volta com a palavra, Lulinha disse concordar com a colega e que as pessoas estão votando pela condição financeira do candidato e não pelo político que é. “Na hora da campanha aparece dinheiro de grandes empresas que o levam de volta e quem perde é a população, que fica sem investimentos na saúde na educação, na segurança e outros. O que pagamos por nossos impostos deveria retornar para a sociedade”, pontuou.

Também em aparte, o edil Edvaldo Lima (PP) disse que isso acontece porque os eleitores não avaliam bem os candidatos que vão votar. “Não assistem à propaganda eleitoral. Os eleitores estão mais interessados em ver o beijo gay da novela e na hora do voto apostam naqueles que lhes fazem melhores ofertas. Nessa eleição minha votação diminuiu porque eu deixei claro que não tinha promessas a fazer, apenas meu trabalho”, observou.

Para finalizar, Lulinha lamentou que o Brasil seja um país rico e as pessoas passem por tantas dificuldades. “Vemos jovens morrendo por conta da violência, pessoas morrendo em leitos de hospitais, morrendo por falta de cirurgias. Tudo isso porque os hospitais não recebem os recursos necessários para cuidar bem da saúde do povo. Em Feira temos o Clériston, que atende também toda a região e com dificuldade faz o que pode para assistir a todos, mas precisamos de um novo hospital geral. Mas, o dinheiro que poderia ser investido na saúde é encontrado em malas, caixas, cuecas. O brasileiro precisa acordar e observar melhor em quem votar”, findou.

Compartilhe e Comente

Redes sociais do JGB

Publicidade

Faça uma doação ao JGB

Perfil do Autor

Redação
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]