André Godinho e Aloysio Corrêa da Veiga tomam posse no CNJ; evento foi presidido pela ministra Cármen Lúcia

Banner do JGB: Campanha ‘Siga a página do Jornal Grande Bahia no Google Notícias’.
Conselheiros André Luis Guimarães Godinho e Aloysio Silva Corrêa da Veiga ao lado da ministra Cármen Lúcia Antunes Rocha, presidente do STF e do CNJ, durante cerimônia de posse.
Conselheiros André Luis Guimarães Godinho e Aloysio Silva Corrêa da Veiga ao lado da ministra Cármen Lúcia Antunes Rocha, presidente do STF e do CNJ, durante cerimônia de posse.
Conselheiros André Luis Guimarães Godinho e Aloysio Silva Corrêa da Veiga ao lado da ministra Cármen Lúcia Antunes Rocha, presidente do STF e do CNJ, durante cerimônia de posse.
Conselheiros André Luis Guimarães Godinho e Aloysio Silva Corrêa da Veiga ao lado da ministra Cármen Lúcia Antunes Rocha, presidente do STF e do CNJ, durante cerimônia de posse.
Advogado André Luis Guimarães Godinho assina termo de posse como conselheiro do CNJ.
Advogado André Luis Guimarães Godinho assina termo de posse como conselheiro do CNJ.

Em cerimônia realizada nesta terça-feira (12/09/2017), após a 258ª Sessão Ordinária do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), a presidente do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) e do Supremo Tribunal Federal (STF), ministra Cármen Lúcia, deu posse a dois novos conselheiros do CNJ: o ministro do Tribunal Superior do Trabalho (TST), Aloysio Corrêa da Veiga, e o advogado André Luis Guimarães Godinho.

Corrêa da Veiga assume a vaga destinada a ministro do TST, aberta desde junho com a conclusão do mandato do ministro Lelio Bentes. Já Godinho assumirá a cadeira de Luiz Cláudio Allemand, que deixou o Conselho em agosto. Corrêa da Veiga e Godinho foram conduzidos pelos conselheiros João Otávio de Noronha e Maria Tereza Uile ao púlpito onde o termo de posse foi lido pelo secretário-geral do CNJ, juiz Júlio Ferreira de Andrade, e assinado pelos dois novos membros do Conselho.

Em manifestação sucinta, a ministra Cármen Lúcia deu as boas-vindas aos dois novos conselheiros e destacou a importância do CNJ para o desempenho do Poder Judiciário e, consequentemente, para a democracia. A ministra agradeceu o trabalho dos conselheiros antecessores – Lelio Bentes e Luiz Cláudio Allemand – e pediu a colaboração dos recém-empossados. “O CNJ cumpre, como se sabe, papel da maior relevância para a definição das políticas do Poder Judiciário e para nos tornarmos um Judiciário mais forte, mais eficiente e, principalmente, mais comprometido com as demandas do cidadão brasileiro, sem o que nós não teríamos a democracia”, afirmou.

Os novos conselheiros

André Godinho – Conselheiro federal da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) pelo estado da Bahia – nos biênios de 2013-2015 e 2016-2018 -, André Luiz Guimarães Godinho tem seu próprio escritório, em Salvador. É formado pela Universidade Católica do Salvador (UCSal) e mestrando na Universidade de Lisboa, tem mais de 15 anos de atuação na advocacia.

Em 2008, ocupou os cargos de assessor jurídico chefe da Superintendência de Manutenção e Conservação da Cidade e da Superintendência de Transportes Públicos de Salvador.

Aloysio Corrêa da Veiga – Ministro do Tribunal Superior do Trabalho (TST) desde 2004, Aloysio Corrêa da Veiga ingressou na magistratura em 1981 e preside atualmente a Sexta Turma do TST e integra a Seção Especializada em Dissídios Individuais 1. Membro da Comissão Executiva Nacional de Concurso Público Nacional Unificado para ingresso na carreira da Magistratura do Trabalho (Enamat), integrou o Conselho Superior da Justiça do Trabalho (CSJT), no biênio 2012/2014, e é membro da Academia Brasileira de Direito do Trabalho.

Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 113655 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]