Secretaria da Saúde de Feira de Santana adverte profissionais de beleza sobre risco de transmissão de hepatites

O curso sobre compras governamentais está sendo realizado em Feira de Santana.
O curso sobre compras governamentais está sendo realizado em Feira de Santana.
O curso sobre compras governamentais está sendo realizado em Feira de Santana.
O curso sobre compras governamentais está sendo realizado em Feira de Santana.

Os profissionais que atuam em salões de beleza devem manter sempre limpo o ambiente de trabalho e, principalmente, todo o cuidado com os utensílios. A advertência é da coordenadora da Vigilância Epidemiológica da Secretaria Municipal de Saúde, Francisca Lúcia Oliveira. Ela participou, neste início de semana, de uma capacitação para trabalhadores da área com o objetivo de evitar a transmissão de hepatites. A contaminação ocorre por meio de um pequeno sangramento provocado pela retirada da cutícula.

A iniciativa foi da SMS, através da Vigilância Epidemiológica em parceria com o Programa de Hepatites Virais e a Seção de Capacitação Permanente. O evento faz parte da Campanha Nacional de Combate às Hepatites Virais com os profissionais de beleza, que costumam trabalhar com objetos perfuro-cortantes.

Além das orientações, os profissionais tiveram acesso a realização de testes rápidos das hepatites B e C, vacinação para hepatite B, aferição de pressão arterial, orientação e distribuição de preservativos. “Estamos levando essas orientações para os profissionais que trabalham com a beleza das pessoas para impedir que eles e seus clientes possam se contaminar com as hepatites”, diz Francisca Lúcia.

As hepatites são doenças graves e silenciosas que atacam o fígado, um dos órgãos mais importantes do corpo humano. O diagnóstico e o tratamento de forma precoce pode evitar o desenvolvimento de cirrose ou câncer de fígado. Os cinco principais tipos (A, B, C, D e E) são causados por vírus que podem passar de uma pessoa para outra.

A coordenadora do Programa de Hepatites Virais, Telma Nandiara Nascimento, informou que até o mês de junho o programa notificou 75 casos de hepatites B e C. “Atualmente nós temos 178 pacientes da hepatite B e 39 da hepatite C realizando o tratamento”, informou. Ela acrescentou que as pessoas que desejarem realizar o teste rápido das hepatites podem se dirigir até a sede do programa, na rua Barão do Rio Branco, 1.074, Centro.

Marília e Rosangela dão exemplo

Sempre antes de trabalhar, a manicure Marília Cedraz, 36 anos, tem o cuidado de lavar e esterilizar os materiais que serão utilizados com suas clientes. Em embalagem apropriada ela coloca os alicates e as espátulas e revela que “não abre mão de usar luvas, lixas e palitos descartáveis”. Medidas como essa evitam a transmissão das hepatites.

Rosangela Santos, 37 anos, vai começar a atuar como manicure. Ela decidiu participar do evento para se atualizar e ganhar a confiança de seus futuros clientes. “A prevenção é o melhor remédio, e como eu não sabia muita coisa sobre as hepatites vim para me informar, aprender e tirar as dúvidas”, comentou.

Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 109690 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]